11/04/2019 às 12h12min - Atualizada em 11/04/2019 às 12h12min

Coreia do Sul, EUA e Uruguai lançam suas redes 5G

Manoel Paulo
ShuterStock
Países, empresas provedoras de internet e fabricantes de smartphones começam a correr para entrarem no mundo do 5G. Nesse sentido, Coreia do Sul, EUA e Uruguai deram o primeiro passo rumo ao futuro das conexões de internet ultrarrápida.

A Coreia do Sul foi o primeiro país do mundo a lançar a rede 5G. O site Tecnoblog disse que o país lançaria a rede 5G junto com o lançamento Samsung Galaxy S10 5G no dia 5 de abril, mas antecipou sabendo que os EUA, pelas mãos da Verizon, lançariam a rede 5G em breve.

Nos EUA, a empresa Verizon lançou nas cidades de Chicago e Mineapolis sua rede 5G. Para utilizar a rede os usuários deverão usar o smartphone Moto Z3 com o snap (módulo) que habilita a conexão 5G.

O terceiro país a ter a tecnologia 5G é o Uruguai, o primeiro da América Latina. A conexão estará em duas cidades, La Barra de Maldonado e Nueva Palmira. O presidente da Administração Nacional de Telecomunicações (Antel), Andrés Tolosa, falou que em breve o resto do país terá acesso a nova tecnologia.

Tolosa, por sua vez, relatou que a tecnologia 5G proporcionará uma maior velocidade de conexão aos usuários, reduzirá significativamente a resposta à transmissão de dados (tecnicamente conhecida como latência) e expandirá o número de dispositivos conectados à rede.

As velocidades oferecidas no 5G são 20 vezes mais rápidos que o atual 4G que tem média de 45Mbs.

Brasil

Já temos um país na América Latina com 5G, mas e o Brasil? Quando terá suas primeiras redes de 5G?
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já está trabalhando com os editais para licitação da faixa ou faixas que serão utilizadas pelas operadoras no país.

“O leilão já está em pauta. Os técnicos já estão trabalhando na modelagem dos editais para o leilão da faixa que vai abrigar o 5G”, Thiago Botelho, vice-presidente da União Nacional dos Servidores de Carreira das Agências Reguladoras Federais (UnaReg).

O prazo para o lançamento do edital que a Anatel trabalho é final de 2019 ou primeiro trimestre de 2020. Após o processo de licitação, o prazo máximo para a operação do 5G é 2022.

Benefícios do 5G

Com o mundo da música e vídeo baseado boa parte no streaming, uma internet mais rápida é essencial. Com o 5G dá para assistir séries no Netflix sem engasgo em 4K, mas podemos ter melhorias em outras áreas, é o que diz Douglas Antunes, especialista em tecnologia e telefonia: “Os benefícios não são apenas na telefonia e na velocidade que tanto esperamos, a aplicação dessa inovação pode ser fundamental nas indústrias, na robótica, em cirurgia remota, dentre outros.”

Aparelhos

Obviamente o nosso smartphone acessará as conexões 5G. Teremos que adquirir novos aparelhos com suporte a nova tecnologia.

A coreana Samsung lançou o Galaxy S10 5G para usar as redes 5G da Coreia do Sul. A Motorola fez algo que não é um aparelho, mas um acessório. Quem tiver um Moto Z3 pode adquirir um Moto Snap 5G, ele dará o suporte necessário para acessar a rede 5G.

Outras empresas já trabalham em smartphones com suporte ao 5G são elas Huawei, com o dobrável Mate X; Xiaomi, com o Mi Mix3; a LG, com o V50 ThinQ. Todos com previsão de lançamento ainda este ano.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »