07/10/2020 às 14h18min - Atualizada em 07/10/2020 às 14h12min

Ponte Preta vence o Dérbi 197 e retorna ao G-4 da Série B

O Guarani segue pressionado na zona de rebaixamento, com 11 pontos ganhos em 14 jogos

Anna Voloch - Editado por Paulo Octávio
Luizão comemora seu primeiro gol com a camisa da Macaca. (Foto: Reprodução/Álvaro Júnior/Ponte Preta)
A Ponte Preta venceu o Guarani no clássico campineiro de ontem (6) por 2 a 0. Com gols de Dawhan e Luizão, ambos com origem em cobranças de escanteio, a Macaca retornou ao G-4 da competição e aumentou a crise no rival, que ocupa a 19ª colocação. O Bugre chegou à marca de seis jogos sem vencer, o que custou o cargo do técnico Ricardo Catalá, demitido na manhã desta quarta-feira. Do lado alvinegro, Marcelo Oliveira chega com tranquilidade para dar início ao seu trabalho.
 
O confronto, que marca uma das maiores rivalidades do país, não foi um show de futebol. No entanto, o lado alvinegro soube jogar, controlar a partida e vencer. Destaque para o autor de um dos gols, o zagueiro Luizão, que vinha sendo muito criticado e marcou seu primeiro gol pela Macaca. Os goleiros Gabriel Mesquita e Ivan também operarem alguns milagres e garantiram o resultado.
 
1º TEMPO
 
A etapa inicial começou equilibrada. Logo aos três minutos, o atacante pontepretano Moisés teve chance de abrir o placar, que parou no goleiro bugrino, Gabriel Mesquita. O jogo seguiu com tentativas de jogada dos dois times, mas nenhuma que ameaçou os goleiros. Com 17 minutos de partida, Murilo Rangel recebeu passe com categoria de Waguininho e mandou por cima do gol, levando pela primeira vez perigo ao adversário. Aos 32, o técnico interino Fábio Moreno precisou substituir o lateral esquerdo Ernandes, que sentiu dores na coxa. Guilherme Lazaroni entrou e cobrou escanteio na cabeça de Dawhan, que desviou sem muitas dificuldades para o gol, abrindo o placar para a Macaca. O Guarani pressionou pelos próximos minutos, mas a defesa adversária conseguiu evitar o gol de empate. Aos 41 minutos, a Macaca ainda teve mais uma chance com Moisés, que não conseguiu finalizar. O primeiro tempo terminou 1 a 0 para a Ponte Preta.


Dawhan, ajoelhado, comemora o gol junto com seus companheiros. (Foto: Reprodução/Marcos Ribolli/Twitter)
 
2º TEMPO
 
Em busca de corrigir os erros do primeiro tempo, o técnico Ricardo Catalá deu início à etapa final com duas substituições ofensivas. O começo do segundo tempo seguiu sem muitas chances claras, apenas tentativas de jogadas das duas equipes. Com 11 minutos, Moisés chegou novamente para a Ponte, mas mandou para fora. O jogo permaneceu morno até os 22 minutos, quando Lazaroni cobrou novamente escanteio que resultou no segundo gol da Macaca. Luizão disputou a bola com o goleiro Gabriel Mesquita e levou a melhor, ampliando o placar. Logo após o gol, o Guarani chegou com perigo. Aos 24, o zagueiro Didi cabeceou certeiro no ângulo e Ivan foi buscar, fazendo um milagre para manter o placar em 2 a 0. Cinco minutos depois foi a vez de Gabriel Mesquita aparecer e evitar novamente a chegada de Moisés, espalmando a bola nos pés da defesa bugrina. Os últimos 20 minutos da partida foram apenas de controle da Ponte Preta, que conseguiu segurar o resultado. O Dérbi 197 terminou 2 a 0 para a Macaca.
 
PRÓXIMAS PARTIDAS
 
As duas equipes voltam a campo pela Série B no fim dessa semana. A Ponte Preta vai à Arena Pantanal encarar o líder Cuiabá na sexta-feira (9), às 18h30 (horário de Brasília). O Guarani segue em Campinas e recebe o CRB no Estádio Brinco de Ouro no sábado (10), às 16h30 (de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »