22/10/2020 às 03h44min - Atualizada em 22/10/2020 às 04h39min

O que aprendemos com GLEE

Episódio final da serie é ambientada em 2020 e até hoje marca uma geração

Junior Saull - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte e Reprodução: FOX
Não pare de acreditar, essa é a tradução literal do titulo da canção (Don`t Stop Believe – Journey) que marca a trilha sonora do fenômeno teen Glee: Em busca da fama. Produzido por Lion Murphy e marcado por desavenças, polêmicas e até morte do elenco principal, não podemos negar que a mensagem da série foi pregada e impulsionou de crianças a adultos a buscarem seus sonhos e lutarem a cada dia para conquistar o seu lugar, Glee deixou de ser somente uma produção de televisão e se tornou um marco de realizações e esperança para muitos.

A historia tem como personagem principal Rachel Berry (Lea Michele) e seus amigos da escola William McKinley High School de Ohio, que tem um sonho em comum, a fama. Tidos como os excluídos da escola, veem no retorno do clube do coral da escola, uma oportunidade de se expressarem e lidar com suas dificuldades da adolescência escolar. Marcada por trabalhar temas importantes da juventude como família, gravidez, bullying e de gerar identificação com o público, a série gera um sentimento de aproximação, por falar daquilo que muitos jovens também vive no período escolar.

Tendo como mentor Will Schuster, um professor de espanhol que na época de colégio participou do clube do Coral, e começa a lecionar na escola e ver a necessidade de reativar o clube, dando oportunidade pra alunos exercerem à arte. Aceitação, amizade e romance também marcam a vida dos alunos que almejam seguir a carreira artística e pós a vida escolar, travam a luta para continuar em busca desse sonho.



5 anos após o seu fim, a temática ainda é atual, quando falamos em buscar o seus sonhos. Glee retrata bem que lutar pelo o que quer não é fácil, mas que não existe prazer maior em arriscar e se realizar naquilo que sempre sonhou. E ver que chegar lá e entender que não era isso o que queria. A série é lembrada esse ano, pois seu episódio final é ambientado em 2020, com a Rachel ganhando um prêmio Tony Award - o Oscar do Teatro por sua atuação em um musical da Broadway, que sempre foi seu sonho.

Mesmo com perdas, separação e frustações na carreira, nada foi barreira suficiente para fazer desistir do seu objetivo, podemos aprender com isso, que nem mesmo pandemia, isolamento ou situações sociais da nossa atualidade são suficientes para nos fazer perder a esperança num amanhã melhor e a seguir nessa caminhada de realizações.
 
 

REFERÊNCIA:

PATARO, M. 7 coisas que aprendemos com Glee! My Mind. S.d. Disponível em: <http://www.playmymind.com.br/2016/09/7-coisas-que-aprendemos-com-glee.html> Acesso em 18 de out. de 2020. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »