03/11/2020 às 13h15min - Atualizada em 03/11/2020 às 12h52min

Movimentos sociais atuam no Brasil

Conheça um pouco mais sobre eles

Gabriela Pereira - Editado por Ana Paula Cardoso
Movimentos sociais podem ser definidos basicamente como grupos de pessoas com interesses e lutas em comum, esses grupos se organizam para lutar por um direito, acabar com um preconceito, lutar por mudanças sociais e afins.

Existem diversos movimentos sociais atuantes no Brasil, geralmente, esses movimentos são comandados pelas massas e trabalhadores. Esses podem ser classificados em conjunturais, ou seja, tem uma carga urgente; ou estruturais, que demandam mais tempo e uma mudança de coisas que estão nas raízes da sociedade.

 
MOVIMENTOS SOCIAIS NO PAÍS

Após as manifestações de 2013 e a transição do governo, esses movimentos começaram a ser demonizados e marginalizados. Isso acontece, pois atualmente no território brasileiro existe uma imensa polarização política, que faz com que as pautas sociais sejam caracterizadas como políticas de esquerda.

Sabendo que o atual governo não tem políticas efetivas que visem às minorias. Em entrevista cedida do SUL21, Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, afirmou “Existe uma tentativa expressa, desde o princípio, pelo Bolsonaro e pelo seu grupo, de criminalizar o movimento social e a luta social no Brasil. O Bolsonaro disse, durante a campanha eleitoral, que ia expulsar os vermelhos, disse que movimento social era terrorista”.

CONHEÇA ALGUNS DOS MOVIMENTOS ATUANTES NO BRASIL

Movimento estudantil

É um dos maiores grupos organizados do país e aborda diversas pautas socias, não só as relacionadas à educação. As lutas tentam garantir ensino público justo e de qualidade para todos. Além disso, também pede que existam maiores investimentos na educação e nas universidades públicas.

Ele é extremamente criticado pela elite brasileira, uma vez que a maioria dos estudantes frequenta universidades públicas,  existindo o mito de que persiste uma doutrinação comunista nessas universidades.

Recentemente, nas manifestações contra o corte de dinheiro dessas universidades por todo o país, o presidente Jair Bolsonaro chamou os manifestantes de “Idiotas úteis”.



Movimento negro

 A onda “Black Lives Matter” atingiu todo o mundo, mas o movimento negro é bem mais antigo e extremamente organizado. O movimento luta pelo fim do racismo estrutural e pela igualdade de oportunidades.

A lei de cotas nas universidades é um exemplo das conquistas do movimento negro e do movimento estudantil.

Movimento feminista

Luta pela igualdade de gênero, fim do patriarcado e direitos e oportunidades iguais para as mulheres. O movimento ainda tem pautas como empoderamento feminino, liberdades individuais e de escolhas.

Movimento indígena

Os índios lutam pela demarcação de seus territórios e contra o desmatamento e garimpo ilegal perto das aldeias, lutanto por respeito e reconhecimento cultural.  

Movimento dos trabalhadores sem teto

Reúne trabalhadores que não tem condições de moradia digna e ocupa espaços na cidade que não estão sendo utilizados para forçar o governo a cumprir com o seu dever social e constitucional.

“O movimento social existe porque existe uma demanda na sociedade, porque existem direitos negados historicamente na sociedade, enquanto esses direitos continuarem negados, enquanto não houver políticas públicas efetivas e profundas, que assegurem esses direitos ao povo brasileiro, os movimentos sociais vão existir e vão se fortalecer a cada dia.” Afirma Boulos ao SUL21. 







REFERENCIAS 

L.GOMES < GUILHERME BOULOS" NÃO PODEMOS TER UMA OPOSIÇÃO SÓ DE HASHTAG"> BRASIL DE FATO. 22 DE MARÇO DE 2019. DISPONIVEL EM <
https://www.brasildefato.com.br/2019/03/22/guilherme-boulos-nao-podemos-ter-uma-oposicao-so-de-hashtag>



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »