02/12/2020 às 14h46min - Atualizada em 02/12/2020 às 14h40min

Medo e morte em Cametá no Pará

Um dos reféns acabou morrendo durante a ação dos criminosos

Lorenzo Rivero - Editor: Ronerson Pinheiro
Reféns usados como escudos. Foto/Reprodução: Redes Sociais.
Mais uma agência do Banco do Brasil foi alvo de criminosos na noite da última quarta-feira (02). Dessa vez o assalto aconteceu na cidade de Cametá, no interior do estado do Pará. O ataque aconteceu por volta da meia-noite. A agência fica dentro do prédio da Câmara Municipal da cidade.
 
Em entrevista, o governador do Estado, Helder Barbalho (MDB), disse que quem assaltou a agência errou o cofre e não levou nada de dentro do banco. “A quadrilha não obteve êxito. No momento da incursão interna, a quadrilha acabou errando cofre e não levando nenhum valor da agência bancária”, afirmou Helder.
 
Ainda segundo o governador, na fuga os assaltantes deixaram uma caminhonete com detonadores no km 15 da estrada que liga Cametá a Tucurí. No meio do caminho outros detonadores também foram encontrados no km 40 da BR-422, além de um veículo abandonado, que segundo os policiais, pode ter sido utilizado pelos criminosos no momento da fuga. A polícia já solicitou as imagens das câmeras de segurança do local e a perícia no carro. Há suspeitas que a quadrilha tenha deixado o município utilizando barcos às margens do Rio Tocantins.
 
A vida como escudo
 
Assim como em Criciúma, no interior de Santa Catarina, os bandidos usaram moradores da cidade como escudo humano e atacaram o batalhão da Polícia Militar. Um dos reféns acabou morrendo durante a ação dos criminosos. A quadrilha utilizava armas alto calibre e explosivos.
 
De acordo com o governador Helder Barbalho, o Pará está em estado de alerta. “Temos que estar alertas porque uma quadrilha como esta, quando faz uma operação desta dimensão, isso custa muito dinheiro e nós temos que estar atentos e alertas na região. Todo o sistema de segurança está em alerta, para evitar que porventura eles tentem uma nova ação em outros municípios e em outras unidades bancárias”, afirmou o governador.


Editora-chefe: Lavínia Carvalho.

 

 
 
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »