09/12/2020 às 20h55min - Atualizada em 09/12/2020 às 20h35min

Aumento de Pequenos Empreendedores no ano de 2020

De acordo com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), atualmente existem 17 milhões de empreendedores brasileiros que possuem pequenos negócios

Sarah Lydia - labdicasjornalismo.com
http://www.agenciasebrae.com.br
Imagem de Gerd Altmann por Pixabay
O ano de 2020 têm sido marcado por mudanças econômicas, pesquisas feitas no ano passado indicavam que esse ano seria marcado pelo avanço na área financeira. A pandemia provocou um abalo nessa área visto que muitas pessoas ficaram desempregadas ou foram afastadas de suas funções, a crise forçou uma adaptação por parte das pessoas que precisaram se reinventar. A criação do próprio negócio foi uma das estratégias adotadas por muitas pessoas que com o auxílio de novas ferramentas econômicas passaram a criar sua própria renda.
De acordo com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), atualmente existem 17 milhões de empreendedores brasileiros que possuem pequenos negócios, estas micro e pequenas empresas representam 99% de todas as empresas brasileiras que fazem parte de quase 30% do PIB e geram 55% dos empregos formais.  

Segundo o Economista e Mestre em Desenvolvimento Econômico Júlio Paschoal, o fechamento do comércio, indústria e serviços por mais de cinco meses, ficando apenas os seguimentos considerados essenciais (Supermercados, Farmácias e Posto de Combustíveis e suas cadeias produtivas) trouxe algumas consequências “Colocou mais de um milhão de pessoas nas ruas, em Goiás cerca de 10% desse contingente, perderam seus empregos” Afirma.
Para essas pessoas restaram poucas alternativas “através do auxílio emergencial e do empreendedorismo, razão pela qual novas inscrições para Micro empreendedor individual foram abertas junto a prefeitura de Goiânia, grande parte como: motoristas de aplicativos, e-commerce, fast-food, roupas e acessórios.” Relata.

A proprietária de uma loja de roupas, Débora, 19 anos, resolveu investir no próprio negócio depois de ter problemas com o seu carro, os gastos com o automóvel eram muito grandes então resolveu juntar o dinheiro que tinha e abrir uma loja de roupa. As vendas são feitas em uma loja física mas também algumas vezes de forma online. Para ela o diferencial de seu negócio é a oferta feita para os clientes.
Ela relatou sobre as dificuldades encontradas durante um atendimento ao cliente e como as supera. “Saber conversar com os clientes, mas com o tempo a gente aprende a ter um sotaque de vendedor” Comenta ainda suas expectativas para o futuro da sua loja “Que eu venha trazer mais clientes e que a loja venha crescer com muitas novidades” Afirma.

O cabeleireiro Patrick Hernandes, 24 anos, depois de trabalhar na área, se interessou e resolveu fazer alguns cursos, buscou entender mais sobre o assunto, resolveu investir e abrir o seu próprio negócio passando a atender seus clientes no seu estabelecimento. Para ele, simpatia e dedicação no atendimento é essencial “Transmitir alegria durante o atendimento, saber da atenção, cada pessoa que senta na cadeira é o meu patrão” Declara.
Para o cabeleireiro, a maior dificuldade em ser um novo empreendedor é o fato de as pessoas não conhecerem o seu trabalho, mas usa seu conhecimento para mudar essa situação “Me preparei para isso e me dedico todos os dias” Afirma.
O objetivo principal para começar um novo negócio foi, poder da uma vida melhor para a família e agora Patrick tem mais sonhos e objetivos para o futuro do seu negócio “Quero ampliar a área da beleza, quero abrir novas lojas, expandir meu negócio” comenta ainda o desejo de oferecer oportunidade para mais pessoas da área “Quero ser um grande cabeleireiro e empregar pessoas, existem muitos profissionais bons quero dar espaço para cada um” Conclui.

A proprietária de uma loja de roupas online, Maria Gabriela, 20 anos, sempre teve vontade de abrir a própria loja, resolveu realizar seu sonho depois de comprar um vestido e postar nas redes sociais, a foto teve muita repercussão e muitas pessoas queriam saber onde ela tinha comprado a roupa, depois disso passou a comprar roupas na forma de atacado e vender no varejo de forma online. “Eu compro as roupas de acordo com os pedidos, cobro a taxa de entrega dependendo do lugar, com um preço bom” Diz.
Ela ainda relata o seu objetivo para o futuro “Estou tentando trabalhar o máximo possível, para realizar o meu sonho de comprar minha casa, com fé em Deus eu vou conseguir” Relata.
O investimento em divulgação do seu produto é umas das ferramentas que usa para atrair mais clientes “Eu gosto de explicar o preço para as pessoas, mesmo pela rede social, já passei pela situação de querer comprar algo e não ter o preço do produto. Divulgo bastante o produto também” outra estratégia usada por Maria Gabriela é o investimento em entrega do produto “Como moro em Goiânia é muito importante a entrega, pois existem muitos bairros longe” Afirma.

De acordo com o Professor Universitário e Administrador Álvaro Geraldo, que possui especialidade em logística empresarial e grande experiência em assessoria e treinamento empresarial, o primeiro passo para abrir o primeiro negócio deve ser divido em duas etapas de questionamento, a razão para abrir o seu próprio negócio é a primeira “Às vezes quando a pessoa vai fazer essa avaliação, uma autoanálise ela vai descobrir que o seu motivo não é um motivo sadio” outro questionamento que deve ser feito, tem relação com a proximidade do empreendedor e o seu produto “Eu gosto dessa atividade? Eu gosto desse segmento que eu estou pensando em abrir? Quais as minhas paixões dentro dessa atividade?” Enfatiza.
Segundo Álvaro Geraldo, alguns cuidados são importantes para quem pensa em abrir o seu próprio negócio “É preciso ter vários alertas do ponto de vista financeiro, ter um fluxo de caixa, atenção as fontes de investimento” complementa com a importância de saber a necessidade financeira para abrir um negócio e saber separar as contas “O que é pessoa física e jurídica deve ser separado desde o início, pois se não aprender a separar quando tiver alguns milhões de faturamento ele não vai ter controle sobre sua vida pessoal e muito menos empresarial.

Benefícios Econômicos de Pequenos Empreendimentos
Comenta sobre ao forma como pequenos empreendimentos podem apresentar muitos benefícios para a área econômica, aumento de oportunidades de emprego é um deles “Proporciona acesso à oportunidades para as pessoas, pois quem abre o próprio negócio vai liberar um espaço na fila do desemprego”. Outro benefício apresentado pelo administrador é a movimentação da moeda na economia local “A economia gerada por pequenos empreendimentos locais na maioria dos casos é o que ajuda a movimentar grandemente a economia daquela região” Comenta.
 O aumento de empreendedores no ano de 2020 é o resultado de uma série de fatores, um deles foi a necessidade “Nós tivemos um alto índice de desemprego e muita gente que ficou desempregada, sem renda e por algumas razões não entrava no benefício do governo, acabou se encontrando de frente com uma situação que ou ela se torna empreendedor ou vai ter dificuldades financeiras para si e sua família”. Outra razão apontada por ele é a efetivação de projetos que algumas pessoas já planejavam “Uma pessoa que já estava com um projeto engatilhado e só precisava de um empurrão, 2020 para muitos foi esse empurrão, a pessoa estava em seu emprego confortável e de repente se viu na situação de desemprego, como tinha um projeto na gaveta foi a oportunidade” Ressalta Álvaro.

Atualização e Pesquisa de Mercado
O Administrador deixa ainda um conselho para quem pretende investir no próprio negócio, como estar sempre atento se é hora de investir, rever planos e projetos e se aperfeiçoar “Você vai iniciar o seu negócio, você tem que estar atento sempre ao aprendizado, o empreendedor e o empresário ele é um eterno estudante, um eterno curioso, tem que participar de congresso, pesquisar sobre o tema, segmento que ele atua”. Reforça a importância de o empreendedor continuar se atualizando “Estar atento ao mercado, aos acontecimentos, pesquisando cliente, mercado, concorrente, de olho em novos lançamentos, de olho nas tendências ou seja você tem que se atualizar sempre, o empresário, o empreendedor tem que ser uma pessoa atualizada diariamente, estar antenado com o seu mercado” Conclui.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »