16/12/2020 às 09h36min - Atualizada em 16/12/2020 às 09h34min

Com dificuldades a serem superadas, Bahia viaja à Argentina em busca da classificação para semifinal da Sul-americana

Esquadrão de aço vai precisar emplacar dois gols de diferença para avançar na competição

Júlia Mano - editado por Stefany Cardoso
Artilheiro na competição, Gilberto pode ser decisivo no resultado do Tricolor. | Créditos: Felipe Oliveira/EC Bahia
Bahia e Defensa y Justicia se enfrentam na noite desta quarta-feira, (16), pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana. A partida vai acontecer no Estádio Norberto Tomaghello às 19h15 (horário de Brasília) com transmissão pela Conmebol TV. No jogo de ida, da semana passada, o Tricolor Baiano perdeu com um placar de 3 x 2. O time que se classificar para a semifinal, deve enfrentar o colombiano Junior de Barranquilla ou o chileno Coquimbo Unido – que também duelam hoje para avançar na competição.
 
BAHIA
O Esquadrão de Aço tem como objetivo a classificação para a semifinal do campeonato internacional. Mas, para conquistar a vaga, vai precisar vencer Él Halcon com uma diferença de dois gols. A equipe é o único time brasileiro que ainda disputa o torneio e o atacante Gilberto é o artilheiro da competição com seis gols marcados.
 
Caso o Bahia emplaque um placar de 3 x 2 em cima do Defensa y Justicia, a decisão vai para os pênaltis. Ontem, em preparação final para a partida, o técnico Mano Menezes treinou com o time esse fundamento. Porém, o Esquadrão de Aço vai precisar ficar atento na organização do seu sistema defensivo.
 
No último domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras venceu o Bahia por 3 X 0 no Allianz Parque. Com 42 gols sofridos no torneio, a equipe baiana tem a segunda pior defesa do Brasileirão e perden apenas para o Goiás.
 
Depois do jogo contra Él Halcon, Mano Menezes destacou a fragilidade desse setor do time. A facilidade com que o Esquadrão está tomando gols foi fundamental para a equipe argentina pontuar em duas vezes. No primeiro, Élber perdeu a bola no meio campo quando o Tricolor estava com o ataque montando, isso deixou a defesa enfraquecida. O último gol do Defensa y Justicia aconteceu no contra-ataque do lance de Juninho Capixaba e no erro do lateral.
 
Para a partida de hoje, o técnico vai ter quase todo o elenco à sua disposição. O volante Gregore retorna ao gramado após cumprir suspensão durante o jogo de ida por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Lucas Fonseca não entra em campo, porque está em período de transição.
 
Provável escalação: Douglas; Nino Paraíba; Anderson Martins, Juninho, Juninho Capixaba; Ronaldo, Gregore, Daniel; Rossi, Gilberto, Élber.
 
DEFENSA Y JUSTICIA
A equipe argentina pode avançar para a semifinal se empatar ou sofrer uma derrota com a diferença de um gol. Él Halcon foi o responsável por eliminar o Vasco nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.
 
Defensa y Justicia vai para o jogo embalado pela vitória em cima do próprio Tricolor e do Unión de Santa Fé pela fase de grupos do Campeonato Argentino que ocorreu no último domingo. Na competição nacional, Él Halcon venceu o Tatengues por 3 x 1 e está na segunda colocação do Grupo A. O técnico Hernán Crespo decidiu poupar os seus jogadores e escalou uma equipe alternativa para o duelo argentino. Essa estratégia adotada por ele foi mirando na partida de hoje.
 
Provável escalação: Unsain; Frías, Héctor Martínez, Paredes; Acevedo, Larralde, Rius, Pizzini, Isnaldo; Brain Romero, Walter Bou.
 
JOGO DE IDA
A partida anterior entre os times causou polêmica por ter sido marcada pelas várias intervenções no VAR. Durante o primeiro tempo, foram seis interferências longas do árbitro de vídeo e, por consequência, o período foi finalizado com quase 60 min.
 
O primeiro gol de Romero demorou 3 minutos para ser validado. Em seguida, Bahia teve o gol anulado por impedimento de Gilberto. O atacante do Defensa y Justicia bateu pênalti e marcou o seu segundo da partida.
 
Tricolor teve uma marcação de penalidade ao seu favor, mas anulada pelo VAR. Próximo dos 40 min de primeiro tempo, foi marcado mais um pênalti em pró do Bahia, mas Gilberto, quem bateu, desperdiçou a chance de empate e mandando a bola para fora. Assim, foram para o intervalo com o placar de 2 x 1 para o time argentino.
 
No retorno para o segundo tempo, Mano Menezes fez trocas no time que o deixou mais lento, isso resultou no terceiro gol do Él Halcon por Enzo Fernández. Apesar disso, após substituição de Juninho Capixaba por Matheus Bahia, o lateral esquerdo marcou para o Tricolor.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »