11/02/2021 às 00h10min - Atualizada em 11/02/2021 às 00h05min

Em jogo de seis gols, Corinthians e Athletico-PR não saem do empate pelo Campeonato Brasileiro

O resultado complica as chances de ambas as equipes para conquistar a vaga na Libertadores

João Fellipe Ramos - editado por Anna Voloch
Lance da partida entre Corinthians e Athletico-PR (Foto: Reprodução/Rodrigo Coca/Gazeta Esportiva)
Na última quarta-feira (10), o Corinthians recebeu o Athletico Paranaense em um compromisso válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o Timão ficando na frente por três vezes, o Furacão buscou o placar e o jogo acabou empatado em 3 a 3. A meta foi balançada pelo lado paulista com gols de Gustavo “Mosquito Silva (duas vezes) e Gabriel. Já pelo lado paranaense, os gols foram feitos por Vitinho, Canesin e Abner Vinícius. Com esse empate as posições no campeonato não se alteraram: o Corinthians está em 8º e o Athletico permanece na 10ª colocação.
 
PRIMEIRO TEMPO

As equipes vieram para o jogo em clima de decisão. Logo aos dois minutos, Cantillo inverteu a bola para Fagner, que de primeira tocou para Gustavo Silva. O jovem jogador deu um chapéu no zagueiro e finalizou após a bola quicar no gramado, abrindo o placar para o Timão logo na primeira finalização.

Mesmo após abrir o placar, os paulistas não diminuíram o ritmo e continuaram pressionando a saída de bola da equipe Rubro-Negra. Por volta dos oito minutos de jogo, Otero recebeu a bola na lateral e partiu em direção a meia-lua. O venezuelano deu um passe para Leo Natel, que furou as linhas de marcação e ficou frente a frente com o goleiro Santos, porém perdeu o tempo de bola e ângulo. Ao finalizar, o goleiro do Athletico se recompôs e evitou que o Corinthians abrisse dois gols de vantagem.

Mesmo tendo poucos minutos de jogo, o Furacão se reorganizou e, aos 15 minutos, Kayzer tocou de peito para Canesin, que rolou na lateral da área para Abner Vinícius. O lateral finalizou para o gol, mandando a bola no ângulo, indefensável para Cássio. O jogo estava empatado em 1 a 1. Três minutos depois, Fagner conseguiu um escanteio e cruzou na cabeça de Gil, que tocou para dentro da pequena área e Gabriel apareceu sozinho, ampliando o marcador para a equipe mandante antes da metade da primeira etapa.

Depois do gol do desempate, o Corinthians esfriou a marcação no setor ofensivo e recuou suas linhas para não sofrer com lançamentos nas costas da defesa. Já o Furacão buscou armações rápidas para surpreender as linhas defensivas com inversões de bola e cruzamentos na área. A partir dos 30, a equipe visitante tomou conta do meio-campo e teve liberdade para jogar pelas laterais. Em uma inversão, aos 35 minutos, Jonathan cruzou na área para Kayzer, que dificultou a defesa de Cássio. O goleiro corinthiano espalmou para frente e Canesin apareceu sozinho para empurrar a bola em direção ao gol, empatando novamente o confronto na Neo Química Arena.


SEGUNDO TEMPO
 
A etapa final começou com a mesma intensidade da etapa anterior. O Timão buscando incomodar com seu bloco de marcação mais avançado, já a o Furacão se manteve mais recuado para partir em contra-ataque com velocidade, que veio com a alteração feita por Paulo Autuori, com Christian saindo para a entrada de Vitinho.

Ao longo do segundo tempo, o jogo ganhou emoção dos dois lados. Leo Natel finalizou, Santos bateu roupa e a bola sobrou para Gustavo Silva finalizar em cima do goleiro paranaense. Do outro lado, numa sucessão de erros do Corinthians, Kayzer teve a chance de virar o jogo, mas perdeu ângulo e decidiu rolar para trás e Nikão finalizou. O zagueiro Gil, como um goleiro, evitou o gol da virada. O ataque não parou por aí, uma vez que depois dessa finalização, a bola sobrou para Vitinho, que mandou a bola no travessão.

Depois de investidas dos dois lados, Araos recebeu e devolveu no Mosquito, que na individualidade partiu para cima da marcação e na hora da finalização, chutou cruzado e fez o terceiro gol, deixando a equipe corinthiana mais uma vez a frente do placar. O jogo esfriou depois das substituições feitas pelas duas equipes. Contudo, aos 28 minutos, Canesin na lateral cruzou rasteiro e a bola passou por todo mundo, menos por Vitinho, que apareceu nas costas de Fagner e concluiu a gol sem chances para Cássio. O placar estava empatado mais uma vez, agora em 3 a 3.
 
As duas equipes buscaram até aos 40 minutos o resultado. A partir desse minuto, os elencos se preocuparam muito em não errar e ficaram tocando em seus respectivos campos, o Corinthians ainda tentou nos últimos minutos incomodar a zaga com bolas aéreas, mas sem efetividade. Dessa forma, a partida terminou empatada.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

As duas equipes têm confrontos válidos pelo Campeonato Brasileiro. O Corinthians vai ao Maracanã para enfrentar o Flamengo no próximo domingo (14), às 16h, no horário de Brasília. O Athletico Paranaense volta à Curitiba para receber o Atlético-GO, no mesmo dia, às 18h15 (de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »