13/02/2021 às 17h34min - Atualizada em 13/02/2021 às 16h54min

Lula incentiva Haddad a rodar pelo Brasil

No ato de se antecipar e divulgar os projetos do partido

Marina Miano Cardoso - Editado por Camilla Soares
Haddad e Lula - Foto: Ricardo Stuckert - Fonte: Portal do Partido dos Trabalhadores / Reprodução: Google
 

Com vista para 2022, o Partido dos Trabalhadores (PT) resolve colocar “o bloco na rua” e com esse movimento nacional espalhar os projetos, discutir ideias e propostas. Em entrevista para o site Brasil 247, Fernando Haddad fala que foi convidado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 30 de janeiro, para conversar e foi ideia dele de já começar a rodar o Brasil e expor os projetos do PT. “Lula me chamou para conversar no sábado. Passamos a tarde juntos e ele falou: ‘Haddad, não há mais tempo, você tem que colocar o bloco na rua’”

 

O PT ainda tem o sonho de que o ex-presidente possa concorrer em 2022, mas para ter seus direitos políticos de volta, Lula depende da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) - que julga a possível parcialidade do ex-juiz Sergio Moro no caso do Triplex no Guarujá -. Para não ficar à mercê da decisão da Suprema Corte, o partido resolveu se mobilizar, antes que seja muito tarde. 

 

“Este movimento chamado “Bloco na rua” é uma ideia da divisão Lula para dar segurança e ali orçar sua possível candidatura. Como essa situação está incerta o Haddad se expõe neste momento, que é um provável candidato e tem uma identidade própria, mas neste instante se apresenta, já que não há outra figura que se projete tanto para se fazer frente a outras pré-candidaturas à presidência da República”, explica a Socióloga e Antropóloga, Suzana Costa Larangeira. 

 

No seu discurso em comemoração aos 41 anos do partido (10/02), Haddad convoca a militância. “Comece a tirar a bandeira, a camiseta do armário. Tira a poeira disso tudo, porque o PT começa a marchar.” 

 

Isso tudo decorre das eleições municipais, nas quais o partido perdeu a administração de 73 cidades, antes comandavam 256, agora apenas 183, sendo nenhuma capital. 

 

“Esse enfraquecimento não foi só do Partido dos Trabalhadores, mas das oposições, foi uma tendência mundial devido ao fortalecimento das direitas radicais. O PT e seus coligados criaram uma grande frente popular, tempos atrás para combater esse enfraquecimento, mas ela não teve tanta amplitude” diz, Suzana. 

 

Reação de outros líderes da esquerda

 

Certas siglas enxergaram esse movimento como algo precipitado, outras ressaltaram que o PT tem direito de concorrer à presidência em 2022. O primeiro a se manifestar foi Guilherme Boulos.   


 

 Já o deputado André Figueiredo (Partido Democrático Trabalhista- CE) lidou com a notícia de uma forma negativa, criticando o PT de não abrir mão de liderar uma frente de oposição.


 

“A oposição pode se unir de diversas maneiras, mas isso não será uma tarefa fácil. Pode-se fazer uma grande frente - não única - com uma campanha de feitos e mostrando as grandes verdades e mentiras históricas. Não atacando a situação (que já é uma fórmula antiga),  mas sim falando de novas propostas reais, não só ideologias, que neste instante são difíceis, árduas. Mudanças reais e democráticas para este país, que o tire dessa desigualdade brutal a qual enfrentamos muito antes dessa pandemia. Fazer frente ao governo Bolsonaro que promete vacina para todos e também auxílio emergencial”, finaliza Suzana Costa.

 
REFERÊNCIAS: 
COLABORAÇÃO PARA O UOL. Após conversa com Lula, Haddad aceita ser candidato a presidente em 2022. UOL. 05 de fev. 2021. Disponível em: <https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2021/02/05/apos-conversa-com-lula-haddad-aceita-ser-candidato-a-presidente-em-2022.htm> Acesso em: 10 de fev. 2021. 
FERNADES, Augusto. Lula orienta Haddad a iniciar campanha do PT para 2022. CORREIO BRAZILIENSE. 05 de fev. 2021. Disponível em: <https://www.correiobraziliense.com.br/politica/2021/02/4904880-lula-orienta-haddad-a-iniciar-campanha-do-pt-para-2022.html> Acesso em: 10 de fev. 2021.
OLIVEIRA, Wesley. O que se sabe sobre o acordo entre Lula e Haddad para 2022. GAZETA DO POVO. 06 de fev. 2021. Disponível em: <https://www.gazetadopovo.com.br/republica/o-que-se-sabe-sobre-o-acordo-entre-lula-e-haddad-para-2022/> Acesso em: 10 de fev. 2021.
VASCONCELOS, Renato. Esquerda se divide sobre “bloco na rua” de Haddad para 2022. TERRA. 06 de fev. 2021. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/eleicoes/esquerda-se-divide-sobre-bloco-na-rua-de-haddad-para-2022,9d1de400e32540ce2e793141f74e87edrc2mcu43.html> Acesso em: 12 de fev. 2021. 


 

https://pt.org.br/leia-a-integra-da-carta-de-lula-a-haddad/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »