15/02/2021 às 15h42min - Atualizada em 15/02/2021 às 15h36min

Barcelona x PSG: equipes se reencontram pelas oitavas da Champions, quatro anos após “La Remontada”

Com desfalques de Neymar e Di María, clube parisiense enfrenta o Barça no Camp Nou, palco do histórico 6 a 1

Wagner Maciel - editado por Thamyres Pontes
Lionel Messi comemora com a torcida a vitória histórica sobre o PSG (Foto: ge.com)
Na terça-feira (16), o Barcelona recebe o Paris Saint Germain, às 17h (horário de Brasília), pelo primeiro jogo das oitavas de final da Uefa Champions League, no estádio Camp Nou. A equipe de Ronald Koeman vem de uma sonora goleada de 5 a 1 contra o Deportivo Alavés, pela 23ª rodada de La Liga. Na ocasião, o destaque dessa da partida foi o craque Lionel Messi, que marcou dois gols e deu uma assistência. O argentino está em segundo lugar na artilharia do Campeonato espanhol, com 15 gols marcados. A frente, está Luis Suárez, do Atlético de Madrid, com 16.
 
Barcelona
 
Sob o comando do ídolo Koeman, a equipe blaugrana vem mostrando uma reestruturação em seu estilo de jogo, principalmente quando comparado ao desempenho coletivo da última temporada, quando foram eliminados da UCL para o Bayern de Munique, pelo placar assustador de 8 a 2. 
 
Desde sua chegada ao clube, o holandês tem contado com a entrega de jovens promessas do futebol mundial para esse reajuste, nomes como Pedri, Araujo, De Jong e Ansu Fati. Com essas peças em mãos, Ronald conseguiu vencer 23 partidas, das 34 que disputou. Na atual edição da Liga, ganhou cinco dos seis jogos da fase de grupos. 
 
Contudo, a partida do dia 16 prova o desempenho dos catalães em competições eliminatórias, visto que perderam a Supercopa da Espanha para o Atlético Bilbao. Além disso, também iniciaram com derrota para o Sevilla, nas semifinais da Copa do Rei e perderam o último jogo da Champions para a Juve de Cristiano Ronaldo, por 3 a 0.
 
Possível escalação: Ter Stegen, Piqué (retornando de lesão), Umtiti, Jordi Alba e Dest; Busquets, De Jong e Pedri; Messi, Griezmann e Dembélé.
 
PSG
 
Para a equipe de Mauricio Pochettino, e sobretudo para Mbappé, é o momento de provar que o time pode vencer partidas de alto nível, mesmo com as baixas dos atacantes Neymar e Angel Di Maria. Os jogadores são desfalques por conta de lesão, porém, a espera dos torcedores é de que os atletas se recuperem a tempo da volta, no estádio Parque dos Príncipes.
 
Quanto a Neymar, essa é a terceira vez que o craque desfalca a equipe em uma fase tão importante da Champions: não atuou no jogo de volta contra o Real Madrid em 2017-18; e esteve ausente na eliminação de 2018-19, contra o Manchester United. Entretanto, o camisa 10 do Paris foi decisivo nos confrontos contra o Borussia Dortmund, na temporada 2019-20.
 
Possível escalação: Keylor Navas, Florenzi, Marquinhos, Kimpembe e Kurzawa; Veratti, Paredes e Idrissa Gueye; Icardi, Mose Kean e Mbappe 
 
Retrospecto de duelos
 
Assim como nesta temporada, Barcelona e PSG já se enfrentaram 10 vezes ao longo da história da Champions. O Barça lidera em triunfos no duelo, com quatro vitórias, contra três do Paris, que nunca bateu os catalães no Camp Nou. Alguns desses jogos ficaram marcados na memória dos torcedores, principalmente durante o auge do trio MSN, composto por Messi, Neymar e Suárez.

Desse modo, é possível citar o 3 a 1 do Barça fora de casa, quando Suárez aplicou duas canetas em David Luiz, marcando duas vezes para seu time, que viria a ser campeão naquela temporada. Posteriormente, o 4 a 0 do Paris no jogo de ida das oitavas de final da temporada 16-17. Naquela ocasião, em uma noite mágica, de Di María, marcou dois lindos gols no dia de seu aniversário.

Por fim, o duelo que foi votado como o maior jogo da história do Barcelona: o inesquecível 6 a 1, protagonizado por Neymar, meses antes de se transferir para o futebol francês. Na partida em questão, o brasileiro foi responsável por dois gols na reta final do jogo, além de ter dado a assistência para o gol de Sergi Roberto, que selaria o triunfo do Barça para sempre.







 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »