16/02/2021 às 19h29min - Atualizada em 16/02/2021 às 19h21min

Barcelona é goleado pelo PSG nas oitavas da Champions League e se complica na competição

Mbappé tem atuação de gala e deixa o clube francês muito próximo da classificação

João Fellipe Ramos - editado por Wesley Bião
Comemoração do PSG (Foto: Divulgação/ Instagram PSG)

O Barcelona recebeu a equipe do Paris Saint-Germain nesta quarta (16) em um compromisso válido pelas oitavas de final da UEFA Champions League. O jogo acabou com o placar 4x1 para a equipe francesa, com gols de Kylian Mbappé (três vezes) e Moise Kean para o Paris e Lionel Messi para o Barcelona. Esse resultado facilita muito a vida do time visitante, que decide o jogo no Parc des Princes podendo perder por até dois gols de diferença.

 

PRIMEIRO TEMPO

 

Por tratar-se de uma partida decisiva, as equipes subiram suas linhas de marcação para sufocar a saída de bola das defesas adversárias. Pelo lado da equipe visitante, Icardi, Kean e Mbappé eram os jogadores mais adiantados. Já pelo Barcelona, Messi, Dembélé e Griezmann eram os mais adiantados, com Lionel jogando mais à frente.

 

O jogo ficou muito travado no meio-campo e, devido a isso, o PSG começou a fazer ligações diretas. A primeira chance da equipe catalã foi com Messi buscando o jogo no meio, achando Pedri, que passou para Griezmann de frente para Navas. O goleiro fechou o ângulo do francês e evitou o primeiro gol da partida.

 

Já pelo lado visitante, a primeira chance de gol veio com Icardi, que recebeu um presente de Mbappé pelo alto, oriundo de um erro de domínio de Pedri. O argentino tocou na saída de ter Stegen e a defesa tirou antes da linha final, evitando o gol da equipe parisiense.

 

No decorrer da primeira etapa, o Paris recuou sua última linha e começou a ceder espaço. O Barcelona viu uma oportunidade de lançamento e concluiu com êxito a bola para De Jong. Kurzawa chegou atrasado e cometeu pênalti. Messi colocou a bola na marca e bateu no alto, indefensável para Navas.

 

Já no ataque seguinte, Kurzawa achou Verratti na área, que deu um toque por cima de Piqué. Mbappé limpou Lenglet já no domínio e finalizou alto sem chances para ter Stegen, empatando o jogo. Já no ataque seguinte da equipe francesa, Kurzawa tem lapsos de camisa 9 e tocou no contrapé de ter Stegen que se esticou todo para evitar a virada.

 

Nos minutos finais da primeira etapa, Piqué recua a bola para ter Stegen que “espanou o taco” e cedeu um escanteio para a equipe parisiense. Na cobrança, Mbappé cruzou na primeira trave, Icardi apareceu no meio dos zagueiros e cabeceou pela linha de fundo e o empate se manteve até o final da primeira etapa.

 

A primeira etapa foi equilibrada durante todos os 45 minutos, com ambas equipes buscando o resultado, com marcação alta e toques rápidos, os gols saíram para as duas equipes, mas o empate prevaleceu no resultado.
 


Mbappé driba Piqué que tenta parar a jogada com falta (Foto: Albert Gea/ Reuters)
 

SEGUNDO TEMPO

 

O segundo tempo ficou muito mais cadenciado que a etapa inicial, os times esperaram muito para concluir a gol. As duas equipes quando com a bola rondavam muito a área adversária, mas não tinham espaço para finalizar devido à forte marcação e muito jogadores dentro de suas respectivas áreas.

 

Em um dos lances de ataque, a equipe francesa trabalhou a bola desde o meio-campo, acionando Mbappé, que Piqué para trás, e rolou para Icardi. O atacante, de letra, deixou para Kean bater, obrigando ter Stegen a se esticar para evitar o segundo gol da equipe visitante. 

 

Em um lançamento, Florenzi recebeu nas costas de Griezmann e lançou na área. Piqué tirou parcialmente e a bola sobrou no pé de Mbappé, que finalizou sem goleiro e virou o jogo para a equipe visitante.

Em cobrança de falta com perfeição, Paredes mandou na cabeça do garoto Moise Kean, que subiu sozinho e finalizou em direção ao chão sem chances para ter Stegen, ampliando para os visitantes e complicando a vida dos mandantes para o jogo de volta. 

 

Para criar mais oportunidades de finalização, Ronald Koeman fez alterações ofensivas para diminuir o prejuízo. Aos 33 minutos saíram Pedri, Piqué e Sergio Busquets para a entrada de Pjanic, Puig e Trincão. Com essas alterações, todos atacam e poucos defendem em uma tentativa de achar espaços para finalizações e infiltrações na zaga.

 

Para jogar a última pá de cal, o PSG fez um contra-ataque perfeito com Draxler, Icardi e Mbappé. O alemão esperou a definição dos zagueiros e rolou para o cara do jogo, Mbappé finalizou com maestria, marcando seu terceiro gol na partida, dando números finais ao confronto: Barcelona 1 x 4 Paris Saint-Germain.

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS

 

A equipe catalã permanece no Camp Nou para receber o Cádiz, em um compromisso válido pela 24ª da LaLiga no próximo domingo (21) às 10h no horário de Brasília. Já o PSG volta ao Parc des Princes para enfrentar o Monaco no mesmo dia, às 17h (horário de Brasília).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »