17/02/2021 às 22h33min - Atualizada em 17/02/2021 às 19h21min

City vence o Everton fora de casa e amplia vantagem na liderança do Campeonato Inglês

Partida marcou o retorno a campo de Kevin De Bruyne e a 17ª vitória consecutiva do time de Pep Guardiola

Julia Robita Torres - editado por Wesley Bião
Jogadores do City comemoram no Goodison Park (Foto: Jon Super/Reuters)

Nesta quarta-feira (17), em partida atrasada da 16ª rodada do Campeonato Inglês, o Manchester City visitou o Everton no estádio Goodison Park e venceu pelo placar de 3x1. O gol dos mandantes foi marcado por Richarlison enquanto os visitantes foram à rede com Foden, Mahrez e Bernardo. Com o resultado, o City ampliou a vantagem na liderança do campeonato para dez pontos em relação ao vice-líder, Manchester United. Já o Everton, segue na sétima posição.

Com jogo marcado por mais uma grande atuação e amplo domínio das ações ofensivas, o time comandado por Pep Guardiola alcançou a expressiva marca de 17 vitórias seguidas em competições, sendo 12 delas pela Premier League. A partida contou também com o retorno de Kevin De Bruyne, recuperado de lesão, aos gramados.

PRIMEIRO TEMPO

Na disputa entre os comandados de Carlo Ancelotti e os de Guardiola, o que se viu na primeira etapa foi um amplo domínio das ações ofensivas por parte dos Citizens, mas de boa contenção defensiva e efetividade pelos Toffees. A primeira finalização da partida veio ainda no minuto inicial, quando Cancelo chutou da entrada da área e obrigou o goleiro Pickford a espalmar e ceder o escanteio. No minuto seguinte, após chute errado de Laporte, os mandantes tiveram a chance de levar perigo, mas acabaram não aproveitando a bobeada do zagueiro. Os cinco minutos iniciais foram marcados por muita movimentação das duas equipes.

Aos seis minutos, a primeira chance mais efetiva de ataque veio em jogada de Bernardo Silva, que chutou fraco e facilitou a defesa do goleiro adversário. O Everton chegou ao ataque no minuto seguinte, em bom cruzamento de Digne para Doucouré, que ao invés de tentar a finalização passou para Richarlison. O lance acabou interceptado por Laporte antes de chegar ao brasileiro. 

O jogo seguiu num total ataque contra defesa. O City chegava com facilidade ao gol adversário com jogadas individuais, mas esbarrava na boa cobertura de Mina. O zagueiro colombiano conseguiu cortar mais duas jogadas, que acabaram em escanteio, antes de sentir e ser substituído por Coleman. Aos 18 minutos, Rodri recupera a bola no campo de ataque e lança para Gabriel Jesus, que teve grande chance de marcar mas acabou mandando por cima do gol. 

Os dez minutos seguintes têm o mesmo panorama: amplo domínio da posse de bola, chegando a 70% em vários momentos, e controle do jogo pelos visitantes, e da espera por um contra-ataque mortal por parte dos mandantes. 

Aos 32 minutos, após escanteio cobrado pelo time de Guardiola, a bola é rebatida algumas vezes pela defesa adversária e sobra para Foden, que chuta de primeira para o gol. A bola ainda desviou em Coleman e tirou qualquer chance de reação do goleiro Pickford. Após tomar o gol, o Everton foi ao ataque em busca do empate, que aconteceu aos 37 minutos. Digne chuta cruzado, a bola bate na trave esquerda do goleiro Ederson e vai de encontro a coxa de Richarlison que, praticamente debaixo da trave, empata o jogo. O primeiro tempo ainda contou com alguns lances sem maior perigo por parte das duas equipes. 

SEGUNDO TEMPO

Os times voltaram sem alterações. O primeiro lance de perigo veio aos cinco minutos em chute forte de Bernardo Silva que exigiu grande defesa de Pickford. Aos nove minutos, boa chegada de Gabriel Jesus, que após belo passe de Walker, finalizou para fora. O City teve uma nova chance aos 16. Em cobrança de escanteio, Rodri recebeu livre para cabecear, mas mandou por cima do gol. No minuto seguinte, depois de boa troca de passes, Bernardo Silva rolou para Mahrez, que chutou de fora da área, marcou um golaço e colocou os visitantes novamente à frente do placar. Ancelotti promoveu a entrada de James Rodríguez e Joshua King, tentando tornar a equipe mais ofensiva.

Aos 31 minutos, em nova jogada individual, Bernardo Silva arrisca de fora da área e marca mais um golaço para os líderes do Campeonato Inglês. Pickford chegou a tocar na bola, mas não teve força suficiente para evitar o terceiro gol dos Citizens. Mesmo com placar favorável, o City não abriu mão de atacar e seguiu pressionando a saída de bola adversária. Nos últimos minutos de jogo, Guardiola promoveu a entrada de De Bruyne e Fernandinho. O City ainda teve chance de ampliar o placar aos 47 minutos, em chute de Mahrez que saiu à esquerda do gol do Everton.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

As duas equipes têm compromissos pela 25ª rodada do Campeonato Inglês neste fim de semana. O Everton tem um clássico pela frente e enfrentará o Liverpool, no estádio Anfield, no próximo sábado (20) às 14h30 (horário de Brasília). Já o City vai a Londres enfrentar o Arsenal, no próximo domingo (21) às 13h30 (horário de Brasília) no Emirates Stadium.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »