22/02/2021 às 16h59min - Atualizada em 22/02/2021 às 16h53min

Contação de histórias e o despertar para a leitura em crianças

A leitura é um hábito importante que deve ser despertado desde a infância, mas motivar o costume de ler nos pequenos pode ser um desafio.

Maria Mendes - labdicasjornalismo.com
Fonte: Jonathan Borba / Reprodução: Unsplash

Uma sereia que vive em um reino no fundo do mar, animais que conseguem falar, dragões que participam de batalhas com guerreiros, princesas e príncipes que moram em castelos encantados, a criança que conta suas imaginações fantásticas e aventuras com amigos, os heróis e heroínas que lutam contra alienígenas. O mundo mágico do “era uma vez…”, que se faz presente nos livros infantis, mostra para as crianças como a leitura pode ser divertida. Mas o caminho para despertar o gosto pela leitura pode ser desafiador para pais e responsáveis. 
 

“Na Educação Infantil, a imersão na cultura escrita deve partir do que as crianças conhecem e das curiosidades que deixam transparecer. As experiências com a literatura infantil, propostas pelo educador, mediador entre os textos e as crianças, contribuem para o desenvolvimento do gosto pela leitura, do estímulo à imaginação e da ampliação do conhecimento de mundo”, trecho da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

 

Afinal, como incentivar as práticas de leitura em crianças das séries iniciais?

 

“Ler para as crianças e com as crianças, utilizar atividades lúdicas para contar essas histórias, como fantoches, cartazes e  interpretar mudando o tom da voz, fazendo movimentos que lembram os personagens”, essa é a principal dica que Rosângela Gomes, pedagoga, dá para chamar a atenção das crianças para os livros.

 

Lorena Soares é professora de educação infantil e conta que os momentos das histórias eram repletos de caras e bocas, vozes diferentes, luzes acesas e apagadas, barulhos e interações com o ambiente, além de vestir fantasias. “Quando a criança vê uma coisa assim ela fica com o olhinho brilhando”, disse a educadora sobre as práticas de leitura no dia a dia nas salas de aula e evidenciou a importância de despertar o gosto pela leitura juntamente com o responsável, com o tutor dessa criança.

 

"O hábito da leitura tem que ser visto como um prazer, assim como jogar bola, jogar vídeo-game, ver um filme, brincar de lego", disse Lorena.

 

A contação de história é uma peça fundamental para Rosângela que destaca que por meio da prática a criança não aprende apenas a ler e a escrever. Juntamente com isso, os pequenos aprendem também a resolver problemas, a lidar com situações diversas e difíceis, assim como aprendem a expressar suas emoções e desenvolvem diferentes habilidades. Então, o costume da leitura em casa, apenas agrega positivamente no desenvolvimento infantil. "Por isso, é muito importante que ao contar uma história a pessoa contadora gesticule, se comunique com o semblante, faça imitações e até mesmo use o silêncio, ou seja, uma pausa para dar uma sensação de suspense", completa.

 

"Por meio da história, ela amplia a visão de mundo, abrindo leques de conhecimentos, pode ser uma reflexão para o comportamento, alegria, compartilhamento, igualdade. Pois a criança pode se identificar, se conhecer e conhecer o outro", disse Rosângela.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »