30/05/2019 às 19h41min - Atualizada em 25/05/2019 às 13h48min

Polícia Militar reforça a segurança durante o São João de Campina Grande

Durante os 30 dias de festa, a cidade recebe atrações para todos os gostos e bolsos

Ingrid Donato - Editor: Ronerson Pinheiro
O Maior São João do Mundo, São João de Campina Grande. Foto: Emanuel Tadeu
Que o São João sem dúvidas é a cara do Nordeste isso é inquestionável. Um dos maiores eventos de festa junina do mundo acontece neste mês em Campina Grande no estado da Paraíba. Durante os 30 dias de festa, a cidade recebe atrações para todos os gostos e bolsos além de cerca de dois milhões de foliões, e para isso, a segurança na capital paraibana está sendo reforçada. Com o aumento de pessoas circulando nessas regiões em um curto espaço de tempo, um plano estratégico para aumentar a segurança nos locais de festa foi discutido pela Polícia Militar em parceria com a empresa responsável pela organização do evento.

No ano passado, o São João ganhou repercussão após o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande registrar 61 casos de pessoas que foram vítimas de agressões com objetos perfurantes semelhantes a uma agulha. Após os registros, cerca de 500 militares do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande, foram espalhados no entorno do Parque do Povo, local onde acontecem os shows para garantir a segurança dos foliões. 

O delegado Pedro Ivo, da Delegacia de Entorpecentes de Campina Grande, afirmou que as forças de segurança da cidade e do Estado estão preparadas para o maior São João do mundo. Ainda de acordo com o delegado, os militares estão cientes de todos os detalhes do plano de segurança, bem como as ações de prevenção. “A partir dessas ações teremos um São João tranquilo. Teremos a atuação ostensiva da Polícia Militar e da Delegacia do Forró, que será disponibilizada em todos os dias do evento para a atuação em situações de flagrante, bem como a Delegacia no Parque do Povo para o registro de boletins de ocorrências”, afirma o delegado.

Segurança reforçada

A empresa responsável pela organização do evento reconheceu a importância de garantir a segurança dos mais de dois milhões de foliões durante a festa. De acordo com os organizadores, 250 câmeras serão instaladas no entorno do Parque do Povo, 150 a mais que o ano passado. Ainda segundo os organizadores, o monitoramento ficará em uma central disponível à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros.

A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) garantiu a ampliação da festa e a segurança em torno do Parque. A Rua Sebastião Donato será totalmente fechada no período noturno para a circulação de veículos. Além disso, uma rota exclusiva de ônibus circulará durante a madrugada para um melhor atendimento aos moradores a região.

E a segurança também vale para os mais de 200 proprietários de barracas de comidas típicas. Após um incêndio em uma das tendas no ano passado, o Corpo de Bombeiros exigiu que o material desse ano fosse antichamas. Um treinamento contra incêndios foi realizado pela corporação juntamente aos profissionais que trabalharão durante os 30 dias do evento.

Na internet um Comitê Gestor de Crise fará um acompanhamento de todas as informações divulgadas nas redes sociais referentes ao evento. Tudo será acompanhado pela impressa em um trabalho de combate as chamadas “Fake News”.
 

Editora-chefe: Lavínia Carvalho.
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »