01/04/2021 às 19h34min - Atualizada em 01/04/2021 às 19h15min

O que esperar de Nets e Lakers com a chegada de Aldridge e Drummond?

Os astros se juntaram aos supertimes de Nova York e Los Angeles na última semana e cresce o favoritismo na NBA

João Oliveira - editado por Wesley Bião
LaMarcus Aldridge e Andre Drummond se enfrentando pela NBA (Foto: Leon Halip/Getty Images)

Na noite da última quarta-feira (31), os Lakers contaram com a estreia do pivô Andre Drummond frente ao Milwaukee Bucks. Contudo, não foi um começo como esperado do torcedor. Além da derrota por 112x97, o time de Los Angeles - que já não pôde contar com a dupla LeBron James e Anthony Davis (lesionados) - viu o camisa 2 sair da partida logo no segundo quarto por lesão no pé. O pivô esteve presente em 14 minutos de jogo, fez apenas quatro pontos e pegou um rebote.

 

Por outro lado, a equipe do Brooklyn segue imparável na temporada. Os Nets contaram com a estreia de LaMarcus Aldridge diante do Charlotte Hornets na noite desta quinta-feira (1), e mesmo sem Harden, Griffin e D. Jordan, a equipe sobrou no jogo em mais uma bela atuação coletiva. Aldridge teve uma ótima estreia com 11 pontos, nove rebotes e seis assistências. Sendo assim, os Nets continuam liderando a Conferência Leste.

 

O QUE ESPERAR DAS ESTRELAS?

 

Os Lakers vinham contando com certa deficiência no seu garrafão. Mesmo com as contratações de Gasol e Harrell, faltava uma certa dominância. Sendo assim, Drummond vem para fazer o que sabe de melhor, pegar rebotes e ajudar com cestas fáceis no post. O All Star não teve uma boa estreia, mas os torcedores de Los Angeles podem esperar muito do novo “Big 3”. Eventualmente, saudáveis, LeBron, Davis e Drummond podem facilmente chegar ao bicampeonato.

 

Por outro lado, os Nets já contavam com um time intimidador. Com Kyrie Irving, James Harden e Kevin Durant, a equipe já obtinha a melhor campanha ofensiva da liga. No entanto, faltava alguém para contribuir defensivamente e proteger as cestas fáceis embaixo da tabela, uma vez que o time é consideravelmente baixo. Dessa forma, foi para isso que chegaram Griffin e Aldridge.

 

O sete vezes All Star, ex-Spurs, disse que pode ajudar a equipe do Brooklyn defensivamente com sua versatilidade e QI defensivo. Com a chegada do pivô, o técnico Steve Nash poderá contar com um time mais equilibrado e consistente na defesa e no ataque. Além disso, Aldridge pode se aproveitar do garçom Harden para se destacar também em pontuação.

 

ESTATÍSTICAS DAS CONTRATAÇÕES

 

Andre Drummond está agora em sua terceira franquia na carreira. O pivô esteve presente na equipe ideal de novatos em 2012-13, figurou na equipe ideal da NBA em 2015-16 e, além de ter sido quatro vezes o melhor reboteiro da liga, o Big Penguin foi chamado para o jogo das estrelas em duas oportunidades.

 

Desde sua estreia em 2012 pelo Detroit Pistons, Drummond tem médias de: 14.6 pontos, 13.8 rebotes e 1.4 assistências, com 53.8% de FG, 13.5% de FG3 e 46.6% de FT em 625 jogos. Por fim, o pivô dos Lakers fez 26 jogos pelo Cleveland Cavaliers na atual temporada e teve médias de: 17.0 pontos, 13.0 rebotes e 2.5 assistências, com 47.2% de FG, 0.0% de FG3 e 58.8% de FT.

 

Assim como Drummond, o novo center dos Nets está passando por sua terceira franquia na NBA. O camisa 21 de Brooklyn estreou na temporada 2006-07 pelo Portland Trail Blazers e já entrou para a equipe ideal de novatos daquele ano. Além disso, esteve presente na equipe ideal da NBA em cinco oportunidades e conta com sete aparições em All Star Game.

 

Desde sua estreia na NBA, o pivô de 35 anos tem as seguintes médias: 19.4 pontos, 8.3 rebotes e 2.0 assistências, com 49.1% de FG, 31.7% de FG3 e 81.1% de FT em 1024 jogos. Por fim, na atual temporada, Aldridge fez 21 jogos com os Spurs e teve médias de: 13.7 pontos, 4.5 rebotes e 1.7 assistências, com 46.4% de FG, 36.0% de FG3 e 83.8% de FT.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »