06/04/2021 às 16h38min - Atualizada em 06/04/2021 às 16h28min

Defensa y Justicia e Palmeiras se enfrentam na final da Recopa Sul-Americana

Em confronto onde os campeões da Sul-Americana e Libertadores se enfrentam, argentinos e brasileiros buscam o título inédito

Bruno Gomes Moura - Editado por Anna Voloch
Defensa y Justicia e Palmeiras se enfrentam no primeiro jogo da final da Recopa Sul-Americana (Foto: Reprodução/Twitter @CONMEBOLBR)
Defensa y Justicia Palmeiras se enfrentam na noite desta quarta-feira (7), às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Norberto Tito Tomaghello, localizado na cidade de Florencio Varela, na Argentina. A disputa é válida pelo jogo de ida da final da Recopa Sul-Americana. Os argentinos querem o título inédito, assim como o Verdão, que espera conquistar mais um título intercontinental. A partida terá transmissão exclusiva do canal Conmebol TV para todo o Brasil.
 
DEFENSA Y JUSTICIA

Defensa y Justicia ou “El Hálcon” (O Falcão), como também é conhecido, conquistou seu primeiro título intercontinental em 2020 ao vencer o Lanús, na grande final da Copa Sul-Americana. Durante a campanha vitoriosa, o time era comandado por Hernán Crespo, que hoje está no São Paulo.

Atualmente, Sebastián Beccacece é o treinador da equipe, conhecido por ter o estilo de jogo muito parecido com o de Jorge Sampaoli. A diferença é que Beccacece tem um cuidado maior com a parte defensiva. A equipe comandada pelo argentino gosta de ter a posse da bola e sair jogando com passes curtos, o que pode ser algo perigoso em alguns momentos, já que quando o time perde a bola, a defesa está desprevenida.

O seu ponto forte é o ataque, tendo como principais trunfos o ponta-esquerda Francisco Pizzini, o meio-campista colombiano Raúl Loaiza o artilheiro da equipe: Braian Romero, que passou pelo futebol brasileiro em 2019, quando jogou pelo Athletico Paranaense. Entretanto, pelo Furacão não teve grande destaque. Além disso, a equipe de Beccacece não perde jogando em casa há nove partidas.

Provável Escalação: Unsain; Fernando Meza, Néstor Breitenbruch e Adonis Frías; Marcelo Benítez, Emanuel Brítez, Lautaro Escalante, Francisco Pizzini, Calos Rotondi e Raúl Loaiza; Walter Bou (Braian Romero).

Técnico: Sebastián Beccacece.
 
PALMEIRAS

Verdão chega à final da Recopa Sul-America após vencer a Libertadores da América diante do Santos. O time vai estrear na competição, já que ela parou de ser realizada em 1998 e só voltou em 2003, e o time paulista venceu sua primeira Libertadores justamente em 1999. Se vencer, além do título inédito, o Alviverde vai ser campeão pela primeira vez contra um time argentino.

Palmeiras deve encontrar na Argentina um time que se encaixa no seu sistema de jogo, já que ataca muito e com isso deixa espaços para os contra-ataques. Para a partida, o técnico Abel Ferreira não poderá contar com o volante Gabriel Menino, que está em recuperação de uma lesão no ligamento do tornozelo direito e também com Luiz Adriano, que testou positivo para a Covid-19.
 
Provável Escalação: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Rony, Wesley e Willian.

Técnico: Abel Ferreira.

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

Esse será o primeiro jogo entre as equipes. O Palmeiras, contra times argentinos, em 99 partidas venceu 47 vezes, empatou 27 e perdeu 25 confrontos. Além de ter feito 184 gols e sofrido 123. Já o El Hálcon, eliminou dois times brasileiros: o São Paulo em 2017 e o Vasco da Gama em 2020, ambos na Copa Sul-Americana. Porém, perdeu duas vezes para o Santos na fase de grupos da Libertadores do ano passado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »