04/06/2021 às 12h06min - Atualizada em 04/06/2021 às 11h51min

A história dos irmãos Grimm e a verdade sobre seus contos

Como eles se tornaram grandes contribuintes da literatura mundial?

Karen Belém - Editado por Andrieli Torres
Fonte/Reprodução: Google
Se você conhece contos de fadas provavelmente já ouviu falar dos irmãos Grimm, mas talvez não conheça suas histórias de vida, nem a verdadeira forma de como seus contos foram idealizados por eles.
 
A história de Jacob e Wilhelm se dá na Alemanha quando ainda não era unificada, fator que se torna muito importante para entender o porquê alcançaram o sucesso.
 
Eram dois de uma família de nove irmãos, cujos três morreram quando ainda eram pequenos. Quando tinham 11 anos, o pai faleceu repentinamente devido a uma pneumonia, o que fez eles caírem na pobreza. Isso fez com que vivessem dependendo do apoio de sua família, especificamente de tia materna que, tendo muito dinheiro, financiou e apoiou os estudos dos dois meninos na escola Friedrichsgymnasium, que hoje seria equivalente ao ensino médio.  
 
A jornada dos dois foi marcada pelo preconceito dos alunos e diversas outras situações desagradáveis manifestada pelas suas baixas condições financeiras, mas que trouxe a eles maior proximidade e dedicação, o que fez com que sempre se destacassem pelo desempenho em suas turmas.
 
Quando foram estudar direito na universidade de  Marburg, tiveram como referência  e apoio o professor Friedrich Carlvon Savigny, e ao ter acesso à biblioteca, despertaram interesse  às obras do Romantismo Alemão que valorizava a identidade popular e a busca por suas raízes.
 
Nesse mesmo intuito, os irmãos Grimm procuraram coletar e organizar  lendas, contos e historias locais, registrando aquilo que ouviam das pessoas e vizinhanças. Todo esse trabalho resultou na primeira edição do livro "Contos infantins e domésticos" onde reuniu 86 contos, inclusive alguns dos mais conhecidos até hoje, como Rapunzel, Branca de Neve e Cinderela. 
 
Apesar dessa primeira edição ter nome direcionado ao público infantil, as versões originais eram cheias de insinuações de sexo e violência.
Na história original de Rapunzel, por exemplo, ela releva acidentalmente que está sendo visitada por um príncipe ao questionar sem entender o porquê de suas roupas não estarem mais cabendo e que de forma muita estranha para ela, estava engordando apenas a sua barriga.
 
Já no original de Cinderela, quando o príncipe vai atrás dela e encontra
suas irmas, a madrasta da uma faca paras as filhas e orienta uma a cortas seus dedos e outra a cortar seu calcanhar para que seus pés possam caber no sapatinho.
Com o tempo, os contos foram sendo adaptados, sendo retirando elementos adultos e violentos e adicionando  elementos morais, religiosos e para educação das crianças. Dessas mudanças chegaram muitas das versões que conhecemos hoje.
 
O trabalho dos irmãos continuaram e varias outras edições e projetos foram publicados. Morreram quando ainda produziam o Dicionario Alemão, estando ainda na palavra Fruta.
 
Se hoje podemos assistir, ler ou ouvir vários desses contos é por conta do trabalho desses dois irmãos, grandes contribuintes para a literatura mundial.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »