10/06/2021 às 11h57min - Atualizada em 10/06/2021 às 11h35min

Suns amassam Nuggets com boa atuação coletiva e abrem 2 a 0 na série

Chris Paul dita o ritmo do jogo, Phoenix vence mais uma de forma contundente e se aproxima da final do Oeste.

João Daniel Alves Martins
Garrett Ellwood/NBAE via Getty Images
O Phoenix Suns venceu o Denver Nuggets, na noite desta quarta (9), por 123 a 98 e deu mais um passo importante para garantir uma vaga nas finais da conferência Oeste. O fator chave para a vitória dos donos da casa foi a atuação coletiva.
 
Os Suns contaram com um Chris Paul inspirado, que ditou o ritmo de jogo anotando 17 pontos, 15 assistências e 100% de aproveitamento da bola tripla. A pontuação da equipe ficou bem distribuída. Devin Booker anotou 18 pontos, Deandre Ayton teve 15 e Mikal Bridges com 16 contribuíram para a vitória.
 
Pelos Nuggets, o recém nomeado MVP (jogador mais valioso) da temporada, Nikola Jokic, foi o destaque dos visitantes e cestinha da partida. Com 24 pontos, 13 rebotes e seis assistências, o pivô sérvio foi a única arma ofensiva do time do Colorado. Fora Jokic, Michael Porter Jr. e Paul Millsap anotaram 11 pontos cada e foram os outros jogadores que mais pontuaram.
 
O JOGO
 
Nos minutos iniciais a partida se manteve equilibrada. Os Suns tinham alguns momentos de vantagem, mas com o jogo pegado, não conseguiram despontar no placar. Denver tinha dificuldades nos arremessos de três pontos, com isso, desperdiçou inúmeras chances de passar a frente no placar. Chris Paul comandou as ações e a pontuação dos donos da casa era bem distribuída. Pelo lado de Denver, Nikola Jokic tinha que fazer de tudo um pouco.
 
No segundo quarto a diferença de placar aumentou. Os suns colocaram os reservas em quadra e conseguiram manter o ritmo de jogo. Pelo lado de Denver, com os reservas em quadra as dificuldades aumentavam, fazendo com que os titulares tivessem mais tempo em quadra e se desgastassem mais. Com os seus titulares descansados, Phoenix foi capaz de manter o controle e aumentar a vantagem no placar, indo pro intervalo vencendo o jogo por 52 a 42.
 
No terceiro período Phoenix veio com a mentalidade de matar o jogo. Com uma sequencia de 10 a 1, abriram 20 pontos de vantagem. Nessa situação, o armador Chris Paul tomou as rédeas da partida e ditou o ritmo de jogo, deixando os jogadores de Denver perdidos em quadra e impossibilitados de impor seu ritmo no jogo.
 
No ultimo quarto, o jogo já estava definido. Com os jogadores de Denver sem reação, Phoenix aproveitou para aumentar a vantagem. Nos minutos finais os técnicos descansaram os titulares e rodaram o elenco. O jogo terminou com o placar de 123 a 98 para Phoenix.
 
Denver precisa vencer os dois jogos em casa para se manter vivo na série. Caso Phoenix vença o jogo três, a missão de Denver se torna mais impossível, pois nenhum time na história da NBA conseguiu virar uma série após estar perdendo por 3 a 0. O jogo 3 é sexta-feira (11) no Pepsi Center, casa do Denver Nuggets, no Colorado.  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »