15/06/2021 às 17h36min - Atualizada em 15/06/2021 às 17h32min

Líder do grupo A, Itália encara Suíça na 2ª rodada da Eurocopa 2020

Depois de vencer a Turquia, a Azzurra busca mais uma vitória na competição contra a Suíça, que empatou com Gales em sua partida de estreia

Wagner Maciel - Editado por Nayra Antunes
Sites especializados em esporte e estatísticas futebolísticas
Jorginho e Shaqiri, atletas da seleção da Itália e Suíça - Foto: Getty images

Pela segunda rodada da Eurocopa 2020, Itália e Suíça se enfrentam na próxima quarta-feira (16), no Estádio Olímpico de Roma, às 16h (Brasília). Caso vença, a seleção italiana alcança uma sequência de 29 jogos sem derrota, iniciada em 2018, e se assegura como líder absoluta do grupo A. Enquanto isso, a equipe da suíça, treinada por Vladimir Petkovic, visa chegar a quatro pontos na competição e pular do segundo lugar para a primeira colocação do grupo. O confronto será apitado por Sergei Karasev, árbitro russo de 42 anos de idade.

 

Itália 

 

Imbatível há 28 partidas, a Squadra Azzurra, dirigida por Roberto Mancini, pode manter seu favoritismo no grupo A, devido a consistência coletiva da equipe. Graças ao volume de jogo imposto contra seus adversários, a  seleção italiana possui a marca expressiva de 28 gols marcados nas últimas nove partidas jogadas. Além disso, destaca-se  a solidez do sistema defensivo, liderado por Giorgio Chiellini, visto que o time sofreu apenas um gol nos últimos 10 jogos disputados.

 

Mancini tem a chance de classificar sua equipe para a próxima fase com uma partida de antecedência. Isso pode acontecer caso a Itália derrote a Suíça e a partida entre Gales e Turquia termine em empate. Dessa forma, a Azzurra ficaria com seis pontos e não poderia mais ser ultrapassada por qualquer integrante do grupo. O treinador italiano afirmou em entrevista: "Continuo confiante de que a Itália é uma das melhores equipes no torneio." 

 

Possível escalação de acordo com a UEFA: Donnarumma; Di Lorenzo, Bonucci, Acerbi, Spinazzola; Barella, Jorginho, Locatelli; Berardi, Immobile, Insigne.

 

Suíça

 

Após o empate em 1 a 1 contra Gales na primeira rodada, a seleção suíça confia em seu ataque com Shaqiri e Embolo para surpreender a defesa da Itália. Após a melhor campanha da equipe na Euro, em 2016, quando chegou à fase de 16 avos de final, o time de Vladimir Petkovic busca uma campanha histórica na competição. Para o repórter da UEFA, Vieri Capretta, qualquer resultado positivo dos suíços contra a Itália os coloca em vantagem contra os outros adversários do grupo.

 

A expectativa dos torcedores suíços cresce à medida em que se analisa o trabalho do atual técnico de 57 anos: além da campanha de 2016, a La Nati esteve na Copa do Mundo de 2018 e agora anseia passar pela fase de grupos da atual edição da Euro. O capitão do plantel, Granit Xhaka, afirmou ter preparado roupas suficientes para todo o torneio, o que mostra sua esperança de ir longe na competição. 

 

Possível escalação de acordo com a UEFA: Sommer; Elvedi, Schär, Akanji; Mbabu, Zakaria, Xhaka, Rodríguez; Shaqiri; Embolo, Seferović

 

Histórico

 

Este será o primeiro encontro de Itália e Suíça na história da Eurocopa. No entanto, nos últimos quatro jogos entre as equipes em outras competições, o retrospecto é de uma vitória para a Azzurra e três empates. Apesar desse fato, a seleção suíça não perde há sete jogos e conta com a ajuda de seus principais jogadores para manter esse ritmo contra as seleções de mais alto rendimento do velho continente.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »