23/06/2021 às 13h19min - Atualizada em 20/06/2021 às 17h08min

36 anos de Studio Ghbli: conheça alguns filmes do estúdio e suas curiosidades

Há mais de três décadas, os longas têm colecionado prêmios e cativado fãs pelo mundo inteiro com experiências imersivas

Virginia Oliveira - revisado por Jonathan Rosa
Personagens criados pelo Studio Ghibli. (Foto: Reprodução/Arkade)

Além de ser conhecido por seus filmes com histórias cativantes, que fazem os telespectadores mergulharem nas cenas e refletirem sobre a vida, é muito provável que você já tenha usado algum vídeo do Youtube com músicas relaxantes para estudar, em que uma garotinha com fones fica escrevendo em looping. Pois bem, essa ilustração é inspirada em um dos personagens do Studio Ghibli, do filme Sussurro do Coração (1995).

E na última terça-feira (15) o estúdio de animação japonês, fundado por Hayao Miyazaki, Isao Takahata, Toshio Suzuki e Yasuyoshi Tokuma comemorou seu 36° aniversário. Ao todo, a produtora tem 22 filmes em seu portfólio, e 21 deles estão disponíveis na Netflix desde janeiro de 2020.

A seguir, confira uma lista com cinco desses lançamentos e algumas curiosidades sobre eles.

Uma das animações mais conhecidas do Ghibli conta a história de Chihiro, uma garotinha que se mudou recentemente para um vilarejo, deixando seus amigos para trás. No começo a personagem está desanimada, mas quando seu pai decide pegar um atalho, um mundo completamente atípico surge e coisas estranhas começam a acontecer.

O mundo de fantasia, criado e dirigido por Miyazaki, ganhou em 2002 um Oscar de Melhor Animação, arrecadando mais de 30 bilhões de ienes (moeda do Japão). Entretanto, como já foi declarado pelo diretor, a trama foi feita basicamente sem roteiro, Miyazaki declarou em entrevistas que não sabia ao certo como seria o final, parecia que a história tinha vida própria e ele foi apenas seguindo conforme vinha a inspiração.


2. Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar (2008)

Uma menina, que também é um peixe dourado, fruto da relação entre um humano e uma deusa do mar, fica curiosa sobre a vida na superfície e foge de seu cardume. Durante essa jornada, Ponyo é encontrada por um garoto chamado Sosuke e começa a observar como uma pessoa se comporta. Mais tarde o lugar onde eles moram sofre alguns desastres, e ponyo usa de sua natureza mágica para ajudar.

No caso dessa produção, Myazaki diz ter tido o conto de fadas, A Pequena Sereia, como inspiração em alguns aspectos, mas claro que com sua visão particular, a trama ganhou outras cores, uma trilha sonora elegante e aspectos mitológicos, enaltecendo o amor verdadeiro e a autoaceitação. É importante ressaltar que o anime foi feito todo à mão, de modo tradicional.

Essa adaptação do livro de Diana Wynne Jones é sobre Sophie, uma jovem chapeleira amaldiçoada por uma bruxa para ficar velha. Ela encontra no feiticeiro Howl, conhecido por sua beleza, uma oportunidade de quebrar esse feitiço e acaba se envolvendo com as problemáticas de seu novo amigo. Ela então começa a morar no castelo dele, o qual pode se movimentar graças ao poder de um ser místico.

De acordo com o site, Adoro Cinema, a animação seria dirigida por Mamoru Hosoda, mas Hayao Miyazaki acabou tomando as rédeas do projeto. Muitas coisas foram adicionadas à história original, como o fato do feiticeiro Howl ser um combatente na guerra (que muitos acham ser referência à Segunda Guerra Mundial), algo que não tem no livro de Jones.

4. O Conto da Princesa Kaguya (2013)

Kaguya, ainda um bebê, é encontrada por um fazendo dentro de um bambu brilhante. Enquanto cresce, se torna uma linda moça, chamando atenção de diversos homens da realeza, inclusive o Imperador. Ela tenta se livrar de seus pretendentes, os mandando para missões quase impossíveis, mas tem de encarar seu destino apesar de tudo.

Esse filme possui elementos do folclore japonês, já que foi inspirado pela lenda tradicional chamada "O Corte do Bambu". Foi dirigido por Isao Takahata, com um estilo de animação diferente do habitual; tem traços mais fluidos, sem muitos detalhes, lembrando um efeito aquarela. O projeto foi indicado ao Oscar na época, na categoria de Melhor Filme de Animação.

5. Meu amigo Totoro (1988)

E por último, mas não menos importante, temos o sucesso dos anos 1980, Meu Amigo Totorô. O filme retrata a infância de duas irmãs no campo, Mei e Satsuki. As garotas se aproximam dos espíritos da floresta que rodeiam a casa onde moram. O líder dos espíritos é Totoro, principal responsável em levar as meninas para diversas aventuras.

Como grande parte das criações de Hayao Miyasaki, essa animação possui algumas referências tiradas da vida do autor, pois a mãe das personagens fica doente, assim como a mãe de Miyasaki quando teve tuberculose. Além disso, o local onde a história acontece existe e chama-se Tokorozawa, localizada em uma área rural do Japão. 

Essa animação também já apareceu em outros filmes (o que chamamos de Easter Egg), como Toy Story 3, Meninas Super Poderosas e Samurai Jack.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »