15/09/2021 às 17h52min - Atualizada em 15/09/2021 às 17h50min

Captura de movimento como entretenimento

Produção escocesa presente em sucessos de lazer desde século XX

Beatriz Macedo - Editado por Manoel Paulo

Sendo um consumidor ávido do entretenimento moderno, você com certeza já está habituado a produções cinematográficas de todos os tipos, mas você conhece o que há por trás de todo Sméagol? - com certeza influências do anel, pequeno Hobbit - Esse e personagens como Davy Jones só foram possíveis graças à captura de movimentos, que você provavelmente conhece como aquelas roupas verdes utilizadas em estúdio cheias de bolinhas em cada articulação existente. 

 

Originalmente a ideia escocesa foi destinada a aplicações médicas e - por incrível que pareça - militarismo, sua missão é transpor movimentos e características físicas de maneira mais sutil, hoje em dia sendo utilizada para animações e universo 3D. Falando do universo gamer, jogos como Tomb Raider também contaram com o Mocap (Motion Capture), mas tratando- se de avanços tecnológicos, não poderia haver apenas um tipo de Mocap, correto?

 

Ao todo existem três métodos de captura de movimento: mecânico, magnético e ótico, - como tudo que existe, esses métodos apresentam pontos negativos e positivos, indo de problemas na qualidade dos dados gerados ou até a falta de articulações capturadas, por isso, arranjos híbridos são a maior aposta para produções de qualidade. De uma visão monetária, estima-se que as vestimentas utilizadas oscilem entre U$700 á U$2,9 mil, mas existem softwares que disponibilizam sua versão gratuita para estudantes. 

 

Um dos mais recentes e criativos usos dessa tecnologia é o programa de TV norte americano Alter Ego, onde os cantores se apresentam com avatares de seus alter egos artísticos, basicamente quem vai ao palco são as versões computadorizadas dos concorrentes.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »