11/10/2021 às 21h36min - Atualizada em 04/10/2021 às 10h46min

Outfit Valioso: Novas skins assinadas pela Balenciaga chegam ao Fortnite

O battle royale ganha novas roupas virtuais inspiradas em produtos reais da marca de luxo

Letícia Renata Leite - Editado por Larissa Barros
Balenciaga faz parceria com o Fortnite da Epic Games. (Foto: Epic Games\ Divulgação)

A influência da moda chegou aos jogos eletrônicos e tem ganhado cada vez mais espaço entre as marcas de luxo. Em setembro, a Balenciaga se tornou a primeira grife a fazer parceria com o game Fornite, da Epic Games. O investimento levou em consideração o fato do jogo, lançado em 2017, contar com mais de 400 milhões de usuários e ter uma grande proximidade com o universo da música e do esporte. 

A coleção intitulada “Style Balenciaga” ficou disponível entre 21 e 28 de setembro. Ao todo, a grife criou quatro roupas virtuais, conhecidas como skins. Entre as peças estão mochilas, picaretas, asa-delta, chapéus e tênis, que poderiam ser usados pelos personagens Ramirez, Knight, Doggo e Banshee. A ativação ficou disponível durante uma semana. 

Além da presença virtual da marca no jogo, foi anunciado o lançamento de uma edição limitada de chapéus, camisetas e moletons Balenciaga x Fortnite, foi vendida nas lojas físicas e no site oficial da Balenciaga. As peças chegam a custar entre US$ 395 até US$ 2.550 dólares. As skins ficavam disponíveis dentro do jogo assim que o cliente comprasse o item físico.

Segundo Gabriel Serejo, publicitário e participante na criação de jogos eletrônicos, a venda de produtos dentro dos games, como a venda de moedas virtuais, que podem ser convertidas em skins, armas e outros acessórios, é uma das formas do jogo conseguir se manter. “E a outra forma é a da publicidade, o Fortnite é o pioneiro em colocar personagens reais dentro do jogo para fazer a divulgação de filmes”, afirma o publicitário. 

Ele destaca que o game investe bastante no seu público-alvo, fazendo com que haja uma interação espontânea entre a marca e o consumidor. Além disso, Serejo afirma também que o interesse em ligar o mundo virtual com o físico não é de hoje. O número de marcas que querem atrair os mais de 2,7 bilhões de jogadores espalhados pelo mundo tem aumentado. Um exemplo disso, em 2019, a Louis Vuitton se uniu à League of Legends, e em maio deste ano, a Gucci fechou parceria com a Roblox.

“Esse mercado só tem a crescer hoje, o Fortnite é um dos únicos jogos que misturam a cultura pop com o game, esse mercado é muito promissor e que só vai crescendo ano após ano”, afirma Gabriel.

A colaboração do Fortnite com a Balenciaga vem na sequência de uma série de colaborações de altíssimo nível na música e no esporte. Em 2020, o show de Travis Scott durante o campeonato do game atraiu 45 milhões de visualizações simultâneas. Outro exemplo de sucesso que mostrou grande demanda por moda no ecossistema Fortnite, foi em abril de 2020, quando o jogador de alto perfil, Lachlan, encenou um desfile de moda no jogo, onde os jogadores podiam entrar e exibir suas skins. O vídeo desse desfile teve 11 milhões de visualizações no Youtube.

Para a marca de luxo, o projeto mostra que sua participação no metaverso está se tornando um pilar estratégico de seu negócio, ao invés de uma estratégia de marketing pontual. Para a Epic Games, um dos benefícios da cooperação é aumentar a compreensão do Unreal Engine, que é o software de design e desenvolvimento 3D em tempo real da Epic. Além de jogos, a desenvolvedora também possui aplicativos para os segmentos de arquitetura, cinema e moda.



 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »