16/11/2021 às 00h00min - Atualizada em 16/11/2021 às 00h01min

Novembro Azul: Saiba como prevenir o câncer de próstata

Stefany Carvalho - Editado por Júlio Sousa
Novembro Azul é o nome dado ao movimento criado para a conscientização do câncer de próstata, que busca alertar os homens da importância do diagnóstico precoce. Criado em 2003, o mês de novembro foi escolhido por causa do dia 17 de novembro, que é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Segundo dados do INCA (Instituto nacional do Câncer) de 2020, o câncer de próstata é o que mais afeta homens de todo o país, perdendo apenas para tumores de pele não melanoma. Somente no último ano, foram mais de 65.000 novos casos diagnosticados, o que corresponde a 29% do total de tumores entre os homens de todo o Brasil.

 
"A próstata é uma glândula alojada na pelve do homem, localizada abaixo da bexiga e à frente do reto envolvendo a uretra, que é o canal por onde a urina é eliminada. Tumores malignos nessa glândula configuram o que chamamos de câncer de próstata", diz a oncologista do Grupo Oncoclínicas, Dra. Pamela Carvalho Muniz.

Mas, afinal como prevenir o câncer de próstata?
"O Ministério da Saúde e o INCA chamam a atenção para o estilo de vida saudável, alimentação adequada e atividade física para a prevenção de diversos cânceres - não se podendo excluir aqui o câncer de próstata. De maneira geral, a cessação do tabagismo e controle adequado de peso também são medidas importantes na prevenção de alguns cânceres", relata a Dra. Pamela Carvalho.

Quais são os fatores de riscos?
"Entendemos como fatores de risco mais importantes aqueles homens com história familiar de câncer de próstata (pai, irmão), especialmente quando o diagnóstico nesses parentes ocorreu antes dos 60 anos, e/ou em homens negros. Outros fatores de risco que devemos citar são: obesidade, sobrepeso e tabagismo", disse a Dra. Pamela. O principal fator de risco para este câncer é a idade, pois há um aumento importante da sua existência a partir dos 50 anos.


Quais são os sintomas do câncer de próstata?
Em entrevista, o urogologista Dr. George Ferrari disse que "e
m estágio inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas, mas os mais comuns são ligados à urina, como dificuldade de urinar, presença de sangue, diminuição do jato de urina e uma necessidade acima do normal de urinar durante o dia ou à noite".

Quais exames são feitos para investigar o câncer de próstata?
"
Existem dois exames, o do toque retal e o PSA. No primeiro, o médico avalia com o dedo a próstata, se o tamanho, forma e textura estão em níveis normais. O segundo é um exame de sangue que afere se o Antígeno Prostático Específico (PSA), uma proteína produzida pela próstata, está em níveis adequados", diz o Dr. George Ferrari. O exame deve ser realizado em homens a partir dos 45 anos com fatores de risco ou 50 anos sem qualquer fator de risco. Vale lembrar que o câncer de próstata é silencioso e sem manisfestações de sintomas em estágios iniciais, portanto, o indicado é sempre procurar um médico urologista para definir qual o melhor momento e exames adequados para realizar a investigação, independente de se apresentar sintomas ou não.

Como se dá o tratamento?
"Normalmente, o tratamento se dá com cirurgia oncológica e radioterapia, quando o câncer está localizado apenas na próstata. A depender do caso e do estágio, realiza-se tratamento hormonal também. O tratamento exato sempre vai depender de cada caso", explica o Dr. George.

A Campanha Novembro Azul está aí para engajar cada vez mais a população, os gestores da saúde pública e privada, os profissionais da saúde, empresas e todos que buscam políticas públicas efetivas e educação que contribuam para a diminuição de mortes por câncer de próstata e o crescimento da consciência de cada homem sobre a importância de cuidar do seu corpo e de sua mente.



 
 
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »