21/06/2019 às 23h38min - Atualizada em 21/06/2019 às 23h38min

Chile se classifica e deixa Equador em situação complicada

La roja está nas quartas de final da Copa América; la tri precisa do triunfo na última rodada

Paulo Octávio - Editado por Amanda Cruz
O atual bi campeão da América segue firme na luta pelo tri. Chile venceu o Equador por 2 a 1, em jogo válido pela segunda rodada do grupo C, e carimbou vaga na próxima fase. Na próxima segunda, la roja decide a liderança contra o Uruguai. Já os tricolores, com zero ponto, podem pegar uma das duas vagas como melhor terceiro. Para isso precisa vencer o Japão. Partida foi marcada pelo alto número de faltas (44), mau uso do VAR, saídas erradas do goleiro Arias e uma falha do Arboleda.
 
1° TEMPO
 
Derrotado no primeiro jogo, Equador saiu do esquema 4-5-1 para o 4-3-3. No início deu resultado. La tri começou com mais posse, mas Chile retomou controle e viu seus rivais ficarem atrás do meio de campo. E logo aos sete minutos, saiu o gol chileno. No escanteio, Aránguiz cruzou, a zaga tirou e Fuenzalida mandou uma bomba, que bateu na trave antes de entrar. Equatorianos tentaram equilibrar o jogo, mas la roja se defendia  com duas linhas de quatro. Porém, em um vacilo de Arias saiu o pênalti. Aos 24, o arqueiro atropelou Méndez na grande área.  Enner Valencia fez a batida de segurança, no alto, e empatou a partida. Os tricolores continuaram em cima e aproveitaram a lentidão de Bonsejur. Na cobrança de escanteio, Mena rolou para Velasco, que bateu de cima de Pulgar.
 
E Arias, de novo, causou problemas. Ele saiu na intermediária e trombou com Ibarra. Nesse lance, árbitro Patricio Loustau descumpriu padrão do VAR. Ele se utilizou do recurso do vídeo para analisar uma falta, o que não consta no protocolo da Fifa - e deu amarelo para o goleiro. Posteriormente, as seleções apostaram nas ligações diretas e pararam o jogo com muitas faltas e erros de passe.
 
2º TEMPO
 
O Equador continuou com mais posse de bola, entretanto erro de Arboleda complicou la tri. Ele fez graça e perdeu a bola para Sánchez, que serviu Vargas. O equatoriano conseguiu consertar a lambança. Só que na batida do lateral, Aránguiz serviu Sanchez, que bateu de primeira e marcou um golaço.
 
Animado, Chile foi a frente e esquentou o jogo. Aos 17’, Aránguiz soltou boa bola para Vargas, mas ele foi desarmado pelo Arboleda. No minuto seguinte, o camisa 20 chileno bateu escanteio, e Pulgar cabeceou para defesa de Dominguez.  Equador tentou responder. Aos 24’, Mena cortou e bateu para fora. Antes, ele tocou da entrada da área, porém desperdiçou a chance. E Ramírez fingiu que ia cruzar, enganou Isla, só que Garcez desviou mal. A partir daí Chile segurou vantagem, e Equador não conseguiu armar jogadas agudas. No final, Achilier ainda foi expulso por ter dado cotevelada em Vidal numa disputa pelo alto. Dessa vez Patricio Loustau  não precisou do VAR.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Na última rodada da primeira fase, Uruguai e Chile medem forças , na segunda-feira (24) , às 20h (horário de Brasília), no Maracanã. Já Equador encara o Japão no mesmo dia e horário no Mineirão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »