11/03/2022 às 19h36min - Atualizada em 11/03/2022 às 19h24min

Confira os easter eggs do novo filme do Batman

Joérica Cunha - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Warner Bros | Reprodução: Google
O novo filme do Batman finalmente chegou aos cinemas no dia 03 de março, conquistando o público e alcançou sucesso absoluto. A obra do diretor norte-americano Matt Reeves trouxe inúmeras referências dos quadrinhos do herói para o cinema

A versão do herói da DC vivido por Robert Pattinson vai precisar salvar a cidade de Gotham enquanto conhece vilões como Charada (Paul Dano), Mulher-Gato (Zoë Kravitz) e Pinguim (Colin Farrell).

Abaixo você confere as principais referências do filme do Cavaleiro das Trevas:

 
[O TEXTO ABAIXO CONTÉM SPOILERS]

- Assassino do Zodíaco:
Para construí o vilão Charada, Matt Reeves se inspirou no famoso serial killer que ficou conhecido como Assassino do Zodíaco nos Estados Unidos nas décadas de 1960 e 1970, e tinha o hábito de mandar cartas com mensagens criptografadas para a polícia e imprensa.

- Eu sou a Vingança:
Quando alguns criminosos perguntam a Batman quem ele é, o Cavaleiro das Trevas responde: “Sou vingança”. Na animação Batman: The Animated Series, ele diz a frase completa: “Eu sou a vingança! Eu sou a noite! Eu sou o Batman!”

- Galeria dos vilões:
Toda vez que uma das vítimas do Charada é encontrada em Gotham, ela vem com um cartão endereçado ao Batman. Em cada um deles temos um aceno sutil para outros vilões na enorme galeria de vilões do Batman.

O primeiro cartão mostra uma coruja, que é um aceno à Corte das Corujas, grupo obscuro da elite que secretamente administra Gotham. No segundo cartão vemos um médico careca com óculos circulares, que remete ao cientista Hugo Strange.

Nos demais cartões vemos um desenho floral em torno de uma garota com cabelos ruivos que remete a Hera Venenosa e uma ilustração de um boneco de ventríloquo como referência ao gangster Scarface.


Fonte: Warner Bros | Reprodução: Google


- Cenários:
Como não poderia deixar de ser, Batman faz referência também a lugares muito famosos do Universo DC. O primeiro deles é Blackgate, penitenciária que receberia o mafioso Carmine Falcone se o Charada não o matasse antes. Outro é a cidade de Blüdhaven, o destino da Mulher-Gato ao fim do filme. A boate Iceberg Lounge que já apareceu nos quadrinhos na década de 1990, é um importante cenário para filme sendo o local onde os policiais corruptos se encontram e Selina Kyle trabalha.

- Arkham e Wayne:
Em certo momento do filme o Charada expõe segredos de Thomas e Matha Wayne - e nessa parte, é revelado que Martha fazia parte da família Arkham antes de adotar o sobrenome de seu marido. Como já era de se esperar, essa família é responsável pela criação do Asilo Arkham, que se torna o local onde os criminosos de Gotham City são encarcerados.

No entanto, a ideia de Martha Arkham vem de outra HQ bem influente do Cavaleiro das Trevas: Batman: Terra Um, de Geoff Johns e Gary Frank. A HQ traz vários paralelos com o filme, incluindo o histórico de doença mental da mãe de Bruce. Mais curioso ainda é como o filme estabelece que os Wayne e os Arkham são as famílias fundadoras de Gotham.


Fonte: DC Comics | Reprodução: Google


- Coringa:
Quando o Charada é confinado no Asilo Arkham, vemos ele surtando em sua cela quando é consolado por outro prisioneiro, do qual nunca vemos o rosto por inteiro. Os dois começam a conversar e desenvolvem uma relação baseada no ódio pelo Cavaleiro das Trevas, até que o prisioneiro misterioso dá uma gargalhada bem sinistra.

O personagem em questão foi interpretado por Barry Keoghan (Eternos) e, de acordo com rumores, é o Coringa. Não sabemos ainda se o vilão vai se tornar o principal antagonista da continuação, mas fica subentendido que ele e o Charada devem se aliar em algum momento - algo que pode ser até mesmo explorado em um dos spin-offs do filme no HBO Max.

- Quadrinhos:
Entrando diretamente nas referências aos quadrinhos, Matt Reeves parece ter feito uma grande amálgama de influências e tenta, ao longo do filme, dar pequenos acenos para essas obras em especial. Para começar, temos Ano Um, o arco de Frank Miller e David Mazzucchelli que tenta dar uma origem ao Cavaleiro das Trevas e seu primeiro ano de atividade em Gotham.

Há algumas referências espalhadas pelo longa - como a cena em que Selina Kyle arranha o rosto de Carmine Falcone, deixando-o com uma cicatriz. Além disso, nós podemos ver também um Batman sem tantos equipamentos tecnológicos e que usa um diário para contar suas aventuras e missões em Gotham City.

O arco dos quadrinhos o Longo Dia das Bruxas é citado desde o início da produção como uma das maiores inspirações de Matt Reeves para a nova versão do Cavaleiro das Trevas. A HQ se passa na mesma cronologia que Ano Um e é escrita por Jeph Loeb e ilustrada por Tim Sale. Aqui, um ou outro elemento nos remetem diretamente à saga clássica.

Primeiro: os assassinatos começam no Halloween e atingem pessoas da alta sociedade de Gotham City. Segundo: Temos o Batman e a Mulher-Gato trabalhando em conjunto, enquanto Carmine Falcone paira na narrativa como um perigo para a cidade. Por fim, ainda vemos a parceria do Batman com Jim Gordon, que rende problemas para o futuro comissário.


Fonte: DC Comics | Reprodução: Google


Referências:
Avila, Gabriel. Confira todas as referências e easter eggs do novo filme do Batman. Jovem Nerd, 04 de mar. 2022. Disponível em: Acesso em: 08 de mar. 2022.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »