26/07/2022 às 14h52min - Atualizada em 26/07/2022 às 13h56min

Beauty Clean: Cosméticos naturais aquecem o mercado brasileiro

Entre os produtos naturais estão cosméticos veganos, orgânicos e produtos sustentáveis

Anna Flávia Alves - Editado por Hanelise Brito
Reprodução/Instagram Flora Pura
O segmento de beleza limpa, ou clean beauty, como é conhecido em inglês, tem crescido nos últimos anos. De acordo com a Associação Brasileira de Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, o segmento de beleza limpa tem crescido apesar de desafios que vão desde a matéria prima até o marketing. 

Entretanto, muitas dúvidas surgem quando se fala sobre cosméticos naturais, desde a segurança com esses produtos até o real benefício de substituir os produtos tradicionais por cosméticos naturais.

Segundo a farmacêutica e bioquímica da Universidade Estadual de Londrina Dra. Audrey Garcia Lonni, os cosméticos naturais são uma nova tendência de mercado seguindo justamente às tendências atuais voltadas para o cuidado com o meio ambiente. “Não é uma tendência ou moda, mas sim, um estilo de vida e um modo de pensar”, explica Audrey. 

A especialista afirma que os cosméticos naturais são aqueles que têm pelo menos 95% de ingredientes naturais na composição, que podem ser compostos de extratos de plantas, entre outros.

 

“Para ser considerado natural, um cosmético tem que ter pelo menos 95% de ingredientes naturais na composição, que podem ser compostos por extratos de plantas e metabólitos de bactérias, fungos e algas. Já o cosmético orgânico é o produto cuja composição tem 95% de matérias-primas certificadas como orgânicas. O cosmético vegano é totalmente isento de ingredientes de origem animal e não foi testado em animais. E por fim, o cosmético sustentável é o produto que nasce de um movimento de maior vegetalização das fórmulas e que busca diminuir o impacto ambiental de sua linha de produção”, afirmou.
 

 
A médica reforça que não há nada de errado em usar os produtos tradicionais, uma vez que eles são bem regulamentados. Porém, para quem quer migrar para os cosméticos naturais, é preciso se atentar aos rótulos para escolher bem na hora de comprar. Entre as dicas da especialista, estão ler os rótulos buscando informações sobre os  ingredientes e também selos que atestam a credibilidade do produto, como o selo da Ong PETA, nos produtos veganos, e o selo Eureciclo, sobre reciclagem.

 “A dica é investir em produtos que tenham consciência tecnológica e ecológica. Busque informações do produto ou marca. Ao comprar um produto, sinta como a sua pele está reagindo a ele".

A farmacêutica explica também sobre os componentes que devem ser observados na hora da compra por um produto.

 

“Alguns pontos comuns a todos eles devem ser levados em consideração, como: ter óleos vegetais e manteigas, lanolina, corantes e pigmentos naturais, óleos essenciais, extratos vegetais, minerais e polímeros naturais. E não devem conter vários outros componentes, como derivados de petróleo, corantes e fragrâncias sintéticas, silicone, além de não poderem ser testados em animais”, disse.
 

 
Proprietária de uma franquia de cosméticos e perfumaria no interior de Minas Gerais, a lojista Mari Romualdo percebeu o interesse do público por esses produtos. "As pessoas estão com mais interesse ao uso de produtos naturais, principalmente aqueles que são autossustentáveis, que não prejudicam o meio ambiente, aqueles que são veganos e que não são testados em animais. Esse público tem crescido cada vez mais e são públicos fiés ao estilo de vida que tem”, comentou.
 
Apesar de ter muitos consumidores que já utilizam produtos naturais e seguem um estilo de vida natural, a lojista traz dicas para quem quer migrar para esses produtos. Ela explica que para quem quer começar a usar mais cosméticos naturais, o ideal é fazer uma transição entre os produtos.

"Esse primeiro passo tem um pouco de desconfiança, se vai dar certo, se o corpo vai adaptar. Como é uma fase de transição, a gente sempre orienta os clientes a manter o desodorante, por exemplo, no armário e começar a usar o 100% natural. Porque o cliente irá fazer essa transição tranquilamente até adaptar à nova rotina, novos produtos" finaliza a proprietária.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »