21/08/2022 às 15h52min - Atualizada em 21/08/2022 às 15h44min

Eu Sou Groot | Série de curtas do Baby Groot estreia no Disney+

Com foco na fase infantil de Groot, a série traz uma explosão de fofura e de sentimentos bons

Pedro Henrique dos Santos - Editado por Ana Terra
(Reprodução/Divulgação: Marvel Studios/Disney+)
Eu sou o Groot é a mais nova produção animada da Marvel Studios a chagar ao Disney+. A produção conta com cinco curtas originais contendo muita fofura e diversão, estrelados pelo Baby Groot, a pequena árvore de Guardiões da Galáxia.

Se você não é apaixonado pelo Baby Groot vai ser impossível não se apaixonar após assistir essa série de curtas. Com muita fofura e bastante doçura, a série mostra o pequeno garoto-árvore aprendendo a andar, conhecendo uma pequena civilização alienígena, competindo numa batalha de dança, tomando um banho inusitado, e protagonizando um momento de enorme carinho com outro colega dos Guardiões da Galáxia.

Os cinco episódios têm cerca de cinco minutos cada, e contam com Kirsten Lepore como roteirista e diretora, com Kevin Feige, Luis D’Esposito, Victoria Alonso, Brad Winderbaum e James Gunn como produtores executivos. Além de conta com a voz original de Vin Diesel que já dubla o Baby Groot na franquia de “Guardiões da Galáxia”. Confira o trailer:

Porque você deve assistir “Eu Sou Groot”

O personagem que ganhou o coração do público com suas aparições nas produções do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), como nos filmes dos Vingadores e Guardiões da Galáxia, assume agora o centro do palco em sua própria série, explorando seus dias de glória enquanto cresce – e se mete em problemas – entre as estrelas, separamos alguns motivos pelo qual você deve assistir à série de curtas:
São curtas ideais para relaxarPouco menos de 30 minutos do seu tempo é o que o Baby Groot precisa. A série conta com cinco curtas independentes, que podem ser assistidas em qualquer ordem, e possuem apenas 5 minutos cada.
 
Para todos os públicosNão temos como negar que o Groot possui uma legião de fãs. Ele na versão baby, então, faz qualquer um se apaixonar. Com episódios curtos e um enredo divertido, a série vai agradar desde adultos, jovens até crianças.
 
Explosão de fofuraO trailer da série já mostra cenas para lá de fofas e essa fofura permanece em todos os episódios da série. A versão baby de Groot por si só já é encantador, mas a produção consegue acrescentar elementos, novos personagens e cenas que fazem de “Eu sou Groot” uma explosão de sentimentos bons.
 
Passinhos de dança? Temos! - Uma coisa que o Baby Groot tem é gingado! Em “Guardiões da Galáxia Vol.2” (2017), a famosa árvore mostra alguns de seus passos de dança e na nova série exclusiva do Disney+ os fãs podem esperar por mais passinhos. Além da ousadia na dança, seu tamanho pequenino se movimentando faz o coração palpitar.
 
Importância do autocuidado - O personagem ressalta o quão importante é cuidar de si. Após dar seus primeiros passos, confrontando perigos e explorando fora de sua zona de conforto, Groot resolve relaxar. No curta “Groot Toma Banho” o público vai se divertir com as tentativas do personagem para aderir a um novo estilo, com direito a um dia de spa natural inesquecível e repleto de fofura.
 
Primeiros passos de Groot - Que o potencial de força de Groot é enorme, nós já sabíamos! Mas ver o Baby Groot se virando tão bem, é uma amável surpresa. Isso porque no curta “Os Primeiros Passos de Groot” é possível acompanhar as tentativas do personagem enquanto ele começa a dar seus primeiros passados ainda no vaso de planta. Além disso, os outros episódios também são focados em toda essa fase infantil do personagem.

Referências:
Disney+ | Eu Sou Groot já está disponível no Disney+. Via Agência BC Biz. (Nota de imprensa).10 de agosto de 2022. Consultado em 16 de agosto de 2022 às 10h45.
PEREIRA, Eduardo. Eu Sou Groot diverte e encanta com fofura e descompromisso raros no MCU. 2022. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/series-tv/criticas/eu-sou-groot-ano-1-critica>. Acesso em 16 de agosto de 2022 às 10h35.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »