06/08/2019 às 12h58min - Atualizada em 06/08/2019 às 12h58min

Selic atinge menor índice em 30 anos

Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM), reduz taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual e surpreende analistas do mercado

Ylanna Pires - Izael Pereira
BBC.com/GETTY Imagens

A Selic, taxa básica de juros da economia brasileira, teve no último dia 31, a primeira redução desde Março de 2018. O Comitê de Ploítica Monetaria do Banco Central (Copom) estipulou a nova taxa em 6% ao ano. O novo indice surpreendeu analistas do mercado financeiro, que projetavam uma redução de 0,25 ponto percentual na taxa atual de 6,5%. 

A queda na taxa de referência de juros, pode representar diversos impactos no sistema monetário, principalmente no que diz respeito aos investimentos como a Caderneta de poupança e títulos de renda fixa, além de fatores como inflação e cheque especial. Na prática, isso ocorre porque quando a Selic cai, o sistema financeiro é pressionado a ceder crédito ao consumidor mais facilmente, para assim angariar lucros. 
 
A decisão tomada pelo Copom, de anunciar o processo de corte da taxa, deve-se ao fato de que ações de estímulo ao consumo-como a antecipação do saque do FGTS, por exemplo- estimulam a economia e promovem um maior controle inflacionário.

Apesar da redução ser otimista e influenciar outras taxas de juros, o economista Sérgio Aragão, lembra que “Juros altos são impeditivos do consumo, sem consumo as empresas não vendem, não crescem e não empregam. Assim, não há circulação de capital, isso é típico de crises monetárias. A redução da Selic é positiva em diversos aspectos, mas precisamos avaliar que ainda sustentamos juros muito altos em um panorama de comparação internacional, por exemplo. O que foi posto é uma medida de recuperação, só vamos ver um impacto significativo nos juros,quando voltarmos a ter crescimento econômico.”

Segundo dados da Associação Nacional de executivos de finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a expectativa é que bancos de todo o país repassem a redução, que também deve chegar ao comércio. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »