05/10/2019 às 10h04min - Atualizada em 05/10/2019 às 10h04min

Uber Transit: aplicativo agora dá informações sobre transporte público

Confira essa e outras novidades apresentadas pela empresa

Thiago Oliveira - Editado por Manoel Paulo
The Verge
Oliver Berg/AFP
O Uber apresentou recentemente no seu evento em São Francisco, California, novas funções que incorporarão o aplicativo da empresa. Para o Brasil, a principal novidade é o Uber Transit, uma nova função que permitirá o usuário acompanhar o transporte público em tempo real e a integração do Uber Eats com o aplicativo de carros particulares.

Na prática, o Transit vai funcionar como o Moovit ou o próprio Google Maps, assim, quando o usuário buscar um destino, o app vai sugerir as corridas tradicionais (UberX, Black e Select) e a opção de transporte publico incluindo trem, metrô e ônibus. A novidade, no entanto, está restrita por enquanto aos usuários da cidade de São Paulo.

Essa integração é um plano ambicioso das empresas de mobilidade, de reunirem o máximo de serviços em um único aplicativo. Em Denver, nos EUA, é possível comprar bilhetes do metrô pelo app da Uber. Em agosto, o Google Maps também anunciou a função de combinar meios de transporte em um único trajeto, unindo transporte público e privado.

Keith Hensley, diretor de parcerias do Uber explica que o principal objetivo do serviço é ajudar o usuário a tomar decisões no seu dia a dia. "O que nós estamos fazendo é dar opções ao usuário para que ele escolha o melhor para ele. Se isso significar que o transporte público é a melhor opção, mais econômica ou eficiente, ele deve fazer uso dele." Disse. Vale ressaltar que, a opção de transporte publico não atribui lucro ao Uber.
 
Mais novidades

A empresa apresentou também novas soluções em segurança tanto para usuários quanto para motoristas. O usuário agora pode optar por uma verificação em PIN. Com isso, antes de iniciar a corrida, você dirá uma senha de quatro dígitos ao motorista para “desbloquear” a viagem.

 Fonte: (Divulgação/Uber)
Na última quarta-feira, 03, a empresa lançou a opção de viagens de helicóptero. Por enquanto, restrita a Nova York em um único trajeto que dura cerca de oito minutos. A viagem custa a partir de US$ 200, cerca de R$ 812 em conversão direta, e já está incluso um carro para levar o passageiro até o heliporto.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »