11/04/2019 às 09h32min - Atualizada em 11/04/2019 às 09h32min

Empresas lançam smartphones já esperando 5G

A nova conexão promete ser 20 vezes mais rápida que o 4G

Thiago Oliveira

O 4g chegou em 2011 como uma evolução, principalmente na velocidade de dados, focado no consumo de conteúdo por streaming. No Brasil, segundo pesquisa da Agencia Nacional De Telecomunicações (ANATEL) a conexão esta presente em 50,29% das linhas de telefonia móvel. Os smartphones evoluíram ao longo da última década e agora com o 5G, evoluirão ainda mais. Esta nova geração chega com a promessa de ser 20 vezes mais rápida que o 4G, com uma banda mais larga e uma latência mais baixa, o que permitirá uma maior integração entre smartphones e outros aparelhos como óculos de realidade virtual, Smart TVs, consoles e até mesmo carros autônomos que devem virar realidade em um futuro próximo. A inovação já começou em países como a Coreia do Sul e os Estados unidos. Aparelhos já lançados ou anunciados trazem essa conexão de fabrica, a exemplo do Huawei Mate 10 e o Samsung Galaxy Note 10.

A Motorola em parceria com a Verizon, operadora de telefonia americana, conseguiu levar o 5G para o Moto Z3 Play através de seus Moto Snaps. Permitindo que um celular lançado em 2018 possa usar a conexão disponível um ano depois. Por enquanto a novidade está restrita aos Estados Unidos, mas nada impede que essa tecnologia seja implantada em outras partes do mundo. O snap custa US$ 199,99, cerca de R$ 769,00 em uma conversão direta.

Outros aparelhos devem chegar aos Estados Unidos com a conexão 5G, como por exemplo o Galaxy S10, o Huawei Mate 10, o Galaxy Note 10 e possivelmente os novos Iphones, que são lançados frequentemente no segundo semestre do ano. 

A Qualcomm, a maior empresa desenvolvedora de processadores do mundo, se uniu a grandes marcas para desenvolver aparelhos compatíveis com o 5G. Seu mais novo processador topo de linha, o Snapdragon 855, já vem com o suporte a nova conexão. Empresas como a Nokia, a chinesa Xiaomi e a LG estão envolvidas nesse projeto, além de operadoras de telefonia como a já mencionada Verizon, a Vodafone e a Tim, que já começou testes do 5g em Turim na Itália.

No Brasil, um leilão da Anatel esta marcado para o primeiro trimestre de 2020, isso quer dizer que podemos esperar pelo menos mais dois anos para que os Brasileiros possam usufruir desta tecnologia. As empresas de telefonia ainda estão recuperando os custos da compra da faixa dos 700 Mhz que antes era usado pela TV Aberta e que agora é usado como o 4.5G em varias partes do País.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »