04/03/2020 às 18h18min - Atualizada em 04/03/2020 às 18h18min

Surto de coronavírus deve tirar 32 milhões de turistas da Itália

Região da Lombardia é a mais afetada pela Covid-19 na Europa; previsão é de perda para o turismo italiano

Alexandra Machado - Editado por Jéssica Belo
Dimitris Vetsikas/Pixabay

A crise gerada pelo aumento dos casos de coronavírus na Itália está impactando diretamente o turismo. O setor espera, para o próximo trimestre, uma queda de 32 milhões de turistas, um prejuízo de aproximadamente 7,4 bilhões de euros (R$37,1 bilhões). Os dados foram divulgados hoje (4) pela Confturismo-Confcommercio, confederação de empresas e profissionais de turismo do país. 

Na Europa, a Itália é o país com o maior número de casos da doença registrados, aproximadamente 3 mil pessoas; 107 já morreram. 

Precauções para evitar uma disseminação ainda maior estão sendo tomadas em todos os setores do país. A empresa que gerencia os aeroportos Milão-Linate e Milão-Malpensa divulgou que, em apenas três dias, 32,5% dos passageiros cancelaram suas viagens à cidade de Milão. 

Quase todas as 21 regiões do território italiano já identificaram casos da Covid-19. Em números, a Itália fica atrás apenas da China, onde surgiu o novo vírus, e da Coreia do Sul, de acordo com um balanço publicado ontem (3) pela Proteção Civil. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »