25/06/2020 às 16h20min - Atualizada em 25/06/2020 às 14h04min

Brasileiros enfrentarão barreiras para entrar na Europa até fim da pandemia da Covid-19

Júlia Viana - Alexandra Machado
Imagem: Reprodução/Jornal Exame
 

Devido ao constante aumento do número de casos confirmados de Covid-19 no Brasil e descontrole de gestão, brasileiros irão enfrentar dificuldades para adentrar a Europa como turistas. A previsão e o planejamento para reabertura da fronteira do continente é a partir do dia 1 de julho.

A União Europeia (UE), na quinta, 11 de junho, publicou um comunicado oficial no site da Comissão Europeia que não será permitida a entrada de brasileiros, devido ao fato da pandemia estar pior no país do que no continente e só será permitida a entrada de estrangeiros em que o país de origem esteja igual ou melhor que a UE. A taxa de transmissão no Brasil indica um descontrole da doença. 

O bloco afirmou que não será avaliado somente a situação da pandemia como parâmetro para entrada, mas sim o que o Governo de cada país está fazendo para contenção do vírus, como testes, medidas como isolamento e se estão com aberturas de fronteiras para países europeus.

Com mais de um milhão de casos confirmados e mais de 50 mil mortes no país, o aumento de casos do novo coronavírus irá prejudicar a entrada de brasileiros também em países como o Estados Unidos. "O potencial de transmissão não detectada do vírus por indivíduos infectados que tentam entrar nos Estados Unidos oriundos do Brasil ameaçam a segurança do nosso sistema de transporte e infraestrutura e a segurança nacional", afirmou o Presidente Donald Trump em texto assinado, publicado no UOL. 

Apenas portadores do documento que garante residência permanente no país, familiares de norte-americanos e membros de voos poderiam ser exceções à regra, demais turistas que pretendem ou já estavam com viagens pagas, serão afetados pela medida. 

A previsão é que o país enfrente essas dificuldades na área de turismo até o surgimento de uma vacina ou uma medida de controle eficaz contra o novo coronavírus.





 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »