30/06/2020 às 13h47min - Atualizada em 30/06/2020 às 13h32min

Casares e Marco Aurélio devem disputar a presidência do São Paulo

Aurélio ainda não confirmou se será candidato; eleições acontecem em dezembro

Bianca Costa - Editado por Paulo Octávio
Foto: SãoPaulofc.net
Júlio Casares e Marco Aurélio Cunha são os nomes cotados para disputar a presidência do São Paulo em dezembro. Casares já confirmou a sua candidatura e, por isso, anda se aproximando dos torcedores do clube pelas redes sociais. Já Marco Aurélio ainda não decidiu se vai concorrer. Porém, após deixar o cargo de Coordenador da seleção feminina brasileira na CBF, seu nome foi cogitado para o pleito.

A eleição pode ter algumas mudanças. O número de conselheiros pode subir de 240 para 260. Desse número, 160 conselheiros vitalícios seriam eleitos pelos sócios. E o número de votos que cada sócio tem direito pode aumentar de 20 para 50.

CONHEÇA OS CANDIDATOS:

Julio Casares. Foto: Rubens Chiri/ SãoPaulofc.net

Conselheiro do São Paulo e diretor comercial da emissora RecordTv, Júlio Casares, confirmou sua candidatura à presidência e também divulgou suas propostas.  A primeira é que o sócio torcedor que mora fora de São Paulo terá um desconto na compra de ingressos e antecedência na compra. “Uma pessoa de outro estado tem uma programação a fazer, tem que ter um planejamento antecipado,” disse na live em seu Instagram. 

Ele também defende um setor popular no Morumbi, em que oito mil ingressos sejam vendidos  pela metade do preço da arquibancada. E a revisão do contrato com a Total Acesso para melhorar o serviço ou até trocar a plataforma. Isso porque os torcedores sempre reclamam do site na hora de comprar os ingressos para os jogos. Casares ainda deseja criar o CAF (Comitê Avançado de Futebol), um grupo que trabalhará diariamente na análise de jogadores para amenizar erros em contratações. E ainda almeja a mudança do salário dos gestores e que os contratos sejam por produtividade. Além da maior utilização dos jogadores da base no elenco profissional.



Marco Aurélio Cunha. Foto: Rubens Chiri/ SãoPaulofc.net

O médico Marco Aurélio Cunha, já foi diretor de futebol no São Paulo em 2016 e hoje é pré-candidato à presidência do clube. Caso confirme sua participação na eleição, ele defende a aproximação do torcedor do clube. “Precisamos criar receita alternativas, para deixar os torcedores próximos, eles são os nossos consumidores e eles que movimentam a marca do clube,” explicou.

Também deseja criar iniciativas de marketing. Pretende amenizar os impactos da crise que o Coronavírus pode deixar no financeiro do clube. Aurélio quer criar recursos próprios para o futebol feminino. “Futebol feminino não é caro. Um jogador caríssimo a menos já dá para pagar um ano de futebol feminino," disse  em entrevista para a coluna da Marília Ruiz, do UOL. E não quer envolver nome de ídolos da torcida na disputada. “Não vou usar ninguém para me trazer votos, acho isso populismo,” confirma.

O ATUAL

Atualmente a direção Tricolor é comandada por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. O  presidente assumiu o cargo em 2015 após a renúncia do presidente Carlos Miguel Aidar  e foi reeleito em 2017. Contudo a gestão Leco passou por vários problemas como a falta de título. Nesse período o clube ganhou apenas  a Florida Cup de 2017, um torneio amistoso. Além disso, em quatro anos o time trocou de treinador por dez vezes.  Outro ponto que incomoda a torcida é a venda de jogadores da base que jogaram poucas vezes no time titular. Com vendas de jogadores na gestão, o São Paulo faturou R$605 milhões.



Presidente Leco. Foto: Rubens Chiri/ SãoPaulofc.net


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »