09/07/2020 às 19h38min - Atualizada em 09/07/2020 às 19h31min

Como os restaurantes e bares devem se organizar durante a pandemia de COVID-19

João Vítor Soares - Editado por Michelle Ariany
Foto:Adison Junior

Por conta da pandemia de COVID-19, todos tiveram que se adaptar a uma nova rotina,  incluindo os restaurantes, que tiveram que seguir protocolos de prevenção contra o vírus. A Abrasel (Associação  Brasileira de Bares e Restaurantes) lançou cartilhas para auxiliar os donos dos estabelecimentos a se prevenirem da contaminação. 

 

 

(Imagens: Abrasel/reprodução)

 

A cartilha “Dicas práticas para evitar a transmissão do coronavírus” disponível no site da Abrasel, alerta uso de álcool 70 para clientes na entrada do estabelecimento, aumento de higienização local(banheiro, mesas, cadeiras), atenção com a saúde dos colaboradores, higienização das mãos antes de embalar talheres, aumento da saúde com os colaboradores e outras dicas importantes que devem ser seguidas. Além dessa cartilha, a Abrasel também disponibilizou um guia completo de como lidar com o problema, onde prevê 1 metro de distância entre cadeiras, manter ambiente bem ventilado, cuidado com falsas informações entre outras dicas.

 

O restaurante Pizzalinha, um dos melhores de Salvador-BA pelo Trip Adivisor, especialista em massas vegetarianas, localizado no bairro da Barra, tem seguindo todos os protocolos implementados pela Abrasel. Em entrevista, o sócio Adison Junior, nos contou sobre como tem sido a rotina:
 

“A adaptação está sendo mais cuidadosa, a Pizzalinha da Barra fica localizada em um lugar onde a maioria dos integrantes é da terceira idade. Então, todos os dias quando os motoboys chegam e saem, higienizam as bags(mochila de entregador) com álcool em gel, levam vasilhas de álcool para higienizar a máquina do cartão e as mãos do cliente, ou se o cliente preferir, fazemos a transferência bancária, para realmente evitar qualquer tipo de transmissão.”

(Um dos restaurante da rede: reprodução/instagram)

 

Perguntei se as mudanças prejudicaram o restaurante de alguma forma, o sócio relatou que apenas atrasou a inauguração e obras do novo restaurante, tiveram que funcionar apenas como delivery. E que, no sentido de higiene, eles seguem as normas postas pela Abrasel, todo cuidado com os alimentos, então só tiveram que adaptar o uso do álcool em gel,  o que gerou um custo a mais, que não chegou a ser impactante e gerou uma coisa positiva que mesmo após a passagem do vírus, deixarão no restaurante. Adison também disse que utilizou as cartilhas da Abrasel e as tem na entrada do restaurante.
 

 

(Fotos: Adison Junior)

 

João Vítor Soares - O que você está achando sobre as mudanças implementadas? Vê como algo necessário?
 

“Sim. Por se tratar de alimentos, a gente está tomando todos os cuidados necessários, utilizando algumas cartilhas por conta da manipulação de alimentos, tomando todos os cuidados de segurança e higiene, então só veio a agregar. Nós teremos como padrão no restaurante, implementaremos mesmo com o fim da COVID-19” diz Adison.

 

(Foto:Adison Junior)

 

O Brasil já ultrapassa mais de 60 mil mortos pela COVID-19, em dados divulgados pelo Ministério da Saúde, apesar de pesquisas, como da Oxford, apontando uma possível vacina contra o vírus, é um processo longo e demorado que até a chegada, teremos que nos familiarizar com o álcool em gel e a máscara, seja em casa ou nos estabelecimentos que frequentamos.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »