25/04/2019 às 08h43min - Atualizada em 25/04/2019 às 08h43min

Governo russo quer se desligar da internet mundial

Projeto está orçado em aproximadamente R$ 1,82 milhão e deve ocorrer até 1 de novembro

Thiago Oliveira - Manoel Paulo
Tecmundo.com

O projeto de lei que prevê o isolamento russo da internet mundial foi aprovado pelo governo. Chamado de Programa Nacional da Economia Digital, ele tem como objetivo melhorar as defesas cibernéticas da Rússia. O projeto de lei tem orçamento estimado de R$ 1,82 milhão e será pago pelos cofres públicos.
 
Alguns países tem sua internet local, isto é, uma conexão própria que não é ligada as redes internacionais. Países como a China e a Coreia do Norte, que exercem censura nas redes, tem acesso a todo o histórico de pesquisa da população. Especialistas temem que o governo russo também instale um controle sobre a internet doméstica assim como a China, fazendo com que a população não acesse sites indesejados pelo governo.
 
O projeto tem suas dificuldades, como a criação de um DNS (Sistema de Nomes de Domínios, na tradução do inglês). Ele permite a tradução dos códigos dos servidores aonde os sites estão hospedados em URLs para facilitar o acesso. O projeto de lei que deve ser votado em novembro prevê que a Rússia crie o DNS próprio.
 
A Rússia já esteve envolvida em vários escândalos cibernéticos, e foi recentemente investigada por possíveis interferências nas eleições americanas que levou Donald Trump a presidência em 2016. Mas o relatório entregue pelo procurador especial Robert Mueller extingue sua participação no resultado da eleição.
 
O projeto segue agora para se tornar lei a partir de primeiro de novembro e será gerenciado pela Roskomnadzor, órgão federal que baniu da Rússia sites como o LinkedIn e o Wikipédia além de serviços como o Telegram. Além de ter proibido a criação de memes envolvendo o presidente Putin.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »