24/09/2020 às 12h56min - Atualizada em 24/09/2020 às 12h50min

“São normas claras e objetivas”, diz auxiliar de enfermagem sobre cuidado com uniformes hospitalares

Para evitar o contágio do novo coronavírus, profissionais da saúde seguem rígidos protocolos de cuidado com uniformes

Beatriz Seguchi - Editado por Larissa Barros
Rovena Rosa / Agência Brasil
Em meio a  pandemia causada pelo novo coronavírus (covid-19) foi necessário que os profissionais da área da saúde redobrassem os cuidados durante os atendimentos, principalmente nas unidades exclusivas para o tratamento de pacientes infectados. Uma das medidas mais importantes para evitar a contaminação durante esse período é o cuidado com as roupas que são utilizadas no ambiente hospitalar. 
 
Segundo a auxiliar de enfermagem do Hospital Next Butantã, em São Paulo, Fabiana Aparecida Amorim da Silva, os funcionários se sentem protegidos com os uniformes que usam devido às normas de segurança serem claras e objetivas. 

“São normas claras e objetivas, também são bem representadas por desenhos e comunicados passados pela administração e CCIH [Controle de Infecção Hospitalar]”, explicou. 

De acordo com Fabiana, a orientação dada aos profissionais da saúde é para não sair das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), salas de centros cirúrgicos e área de isolamento de pacientes infectados com roupas de proteção individual.

 
“Eu tive que adotar alguns cuidados em relação às roupas que utilizo para ir até o hospital e aos uniformes que são utilizados no expediente. Como retirar os calçados na garagem e colocar as roupas em um cesto separado na área de serviço da minha residência. Para não correr o risco de infectar os meus familiares”,  relatou a auxiliar de enfermagem.
  
Entre os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados pelos profissionais da saúde estão os aventais impermeáveis e descartáveis, que devem ser retirados após o término da assistência ao paciente suspeito ou confirmado com o vírus; máscaras N95, que são capazes de bloquear o aerossol; viseiras; óculos, quando existe a possibilidade de liberação de fluidos e luvas.

Ainda segundo a auxiliar de enfermagem, os cuidados com as roupas se tornaram tão  rigorosos que ao entrar dez vezes em uma sala com pacientes suspeitos é necessário trocar o avental em todas as ocasiões. 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »