02/04/2021 às 16h52min - Atualizada em 02/04/2021 às 15h44min

Bars Over Bottles: a marca eco-friendly de cosméticos sólidos

A marca brasileira é estruturada a partir de ações que visam a redução do impacto ambiental

Ana Luiza Sousa Peixoto - Editado por Clara Molter Bertolot
Reprodução/ B.O.B

Em 2018, a marca on-line Bars over Bottles (barras em vez de garrafas), foi criada pelos amigos de infância Andreia Quercia e Victor Falzoni, e se tornou, rapidamente, líder do mercado nacional em cosméticos sólidos. Com o propósito de eliminar o uso de plásticos e acabar com a contaminação das águas por meio de agentes nocivos, todos os produtos são em barras, veganos, não testado em animais e com embalagens biodegradáveis. Com apenas uma barra, você evita o uso de duas garrafas plásticas.

Para entender a testagem dos produtos
cruelty free (não experimentados em animais), a dermatologista Letícia Rautha explica que, geralmente, se utiliza o modelo de pele humana reconstruída executada in vitro: “As células da pele, os queratinócitos, são cultivados e inoculados em laboratório, e são eles que constituem a matéria-prima para criar a pele humana a ser testada. As células se multiplicam até formar uma camada espessa mergulhada em um líquido nutritivo". A doutora ressalta que, dependendo do doador dessas células, a pele coletada pode ser separada pela idade, sexo e raça do mesmo, a fim de se obterem resultados com maior eficácia, e de uma demanda mais específica do mercado.


No site da marca, os produtos disponíveis para venda são: shampoos, condicionadores e sabonetes faciais em barras Existe uma grande variedade para cada tipo de cabelo e pele, como, por exemplo, shampoos nutritivos, purificantes, detox, hidratantes e revitalizantes; condicionadores de hidratação suave e profunda; e sabonetes faciais para peles oleosas e peles normais. De acordo com o próprio site da Bars Over Bottles, os shampoos duram aproximadamente 60 lavagens, e os condicionadores, 90 lavagens. Porém, o tempo sempre pode variar, já que depende de uma série de fatores, como o armazenamento e tamanho dos cabelos. 



 

A médica Letícia Rautha relata que a grande diferença entre os produtos em barra e os líquidos são os cuidados com o armazenamento. Ela sempre aconselha os seus pacientes a cortarem seus cosméticos sólidos em duas ou quatro partes, e utilizarem apenas uma delas, a fim de evitar que todo o produto derreta e seja desperdiçado em uma saboneteira ou no box. Outra grande distinção ressaltada pela dermatologista Letícia é quando se utiliza os produtos sólidos, pois o ideal é que o cabelo esteja bem mais molhado, diferente de quando se utiliza shampoos e condicionadores líquidos. Assim, é mais fácil de obter maior solubilidade nos fios.

No entanto, na questão da eficácia, a médica afirma que as barras podem ter a mesma eficácia que os produtos líquidos. Letícia conta que muitos produtos em barra podem ser multifuncionais, como é o caso do condicionador sólido, que pode servir muito bem como um hidratante para corpo, sendo mais prático para os cuidados diários com a pele, além de ser mais sustentável economicamente. Para um armazenamento adequado, a B.O.B recomenda objetos drenantes com furinhos para que a barra permaneça seca durante o uso. Para facilitar a vida do cliente, a marca possui os próprios suportes de armazenamento já disponíveis no site para a compra, sendo eles a base zig-zag e a elíptica.



 

Jéssica Bessa, analista de qualidade e produtora de conteúdo digital, já consumiu o shampoo nutritivo e o condicionador de hidratação profunda da B.O.B, e revelou que o shampoo foi bem satisfatório, pois limpou bem, deixando o cabelo leve. “Durante o banho, o shampoo faz bastante espuma, o que ajuda no momento da lavagem, superando minha expectativa. Já o condicionador não trouxe os resultados básicos que eu espero de um produto condicionante. Não funcionou no meu cabelo”, contou Jéssica.
 
Para a analista, o preço dos produtos não é muito acessível, pensando na condição financeira da maioria dos brasileiros, mas também não é um absurdo: “Gosto de levar em consideração que não estamos falando de um produto fabricado por uma marca gigante, que tem produções em grande escala. Valeu à pena pela experiência. Acredito que todos que tenham condições deveriam, ao menos, testar”, afirmou Jéssica.

A B.O.B. tem produtos com valores em torno de 30 a 40 reais, não sendo alcançável para todos. Contudo, o trabalho da marca deve ser amplamente divulgado, para que, futuramente, haja uma produção em larga escala de cosméticos sustentáveis, favorecendo assim a diminuição de agentes nocivos e embalagens plásticas. Todo esse esforço é necessário para tornar os produtos mais acessíveis à população, visando maior cuidado ambiental, com a redução de lixo e a contaminação da natureza.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »