22/04/2021 às 11h54min - Atualizada em 22/04/2021 às 10h52min

Facebook passa a operar com energia sustentável

O objetivo é reduzir ou eliminar as emissões de dióxido de carbono pelos próximos nove anos

Paulo Marques Pinto - Editado por: Celine Almeida
Tecmundo
Foto: Snapwire | Pexels

As operações internacionais do Facebook passam a usar somente energias renováveis. Atingiu-se a meta depois de uma “retração” na empresa em 2020. O próximo passo é reduzir as emissões de dióxido de carbono a zero até 2030, o que vale para fornecedores, viagens a negócios e deslocamento de funcionários.

A rede social anunciou essa intenção pela primeira vez em 2018, para compensar o impacto ambiental das suas operações. Dois anos antes, foi aprovado o Acordo de Paris, onde 143 países se comprometeram em deixar que a temperatura do planeta aumente abaixo de 2 graus Celsius.

A mesma decisão foi tomada por Google, Microsoft, Apple e Amazon. Todas essas empresas investiram bilhões na adoção de recursos naturais mais sustentáveis. Essas estratégias mais ecologicamente adequadas tendem a ser mais frequentes no mundo dos negócios.

Com mais de 6 gigawatts de energia eólica e solar, oriundas de corporações parceiras da tecnologia, o Facebook destinou US$ 8 bilhões à construção de mais 63 usinas. Em celebração ao Dia da Terra, em abril, a companhia vai abrir oportunidades para voluntários participarem de projetos ecológicos.


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »