26/05/2021 às 12h02min - Atualizada em 26/05/2021 às 11h59min

Fluminense bate o River e vai para às oitavas da Libertadores

Com Fred sendo o destaque, o tricolor se classifica em primeiro de seu grupo; próximo adversário será algum segundo colocado, do pote 2, definido por sorteio

Lucas Godois - labdicasjornalismo.com
Fluminense comemorando a vitória (Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC)
O Fluminense viajou até Buenos Aires para enfrentar o River Plate no Monumental de Núñez, na noite desta terça-feira (25). Com atuação ao estilo ‘garçom’ do artilheiro Fred, o Tricolor venceu por 3x1, classificou-se em primeiro do grupo D e conseguiu a façanha de ser apenas o segundo brasileiro a vencer tanto o River no Monumental, quanto o Boca na La Bombonera. a equipe Porteña garantiu a vaga como segundo colocado, mesmo com o surto de Covid-19 e com a derrota em casa.


Primeiro tempo

O Fluminense começou logo cedo a estragar a festa de aniversário dos 120 anos do time argentino, Fred foi o grande vilão dessa comemoração, mas o herói da classificação para os torcedores tricolores. Aos cinco minutos, a primeira chance já se apresentava para a equipe brasileira, Nenê cobrou uma falta do lado esquerdo, lançou para dentro da área e Lucas Claro finalizou rente à trave esquerda. A chance foi boa, mas o árbitro já assinalava impedimento.

Aos nove, Nenê cobrou escanteio, Nino desviou de cabeça com perigo e a bola passou raspando a trave. Aos 11, foi a vez do River chegar com perigo, Borré abriu a jogada para De La Cruz, que finalizou cruzado pela direita, Marcos Felipe defendeu, mas deu rebote, Borré finalizou para nova defesa, e Nino afastou de vez o perigo. Aos 21, Samuel Xavier tocou para Fred, que teve liberdade para armar a jogada, o centroavante olhou para área e lançou perfeitamente para Caio Paulista, que teve apenas o trabalho de tirar do goleiro para abrir o placar.

Aos 25, o River teve a chance de empatar com Carrascal, que foi lançado em profundidade na esquerda, cortou o marcador, balançou e ajeitou para a direita, chutou forte e a bola explodiu na trave. Aos 28, Fred recebeu dobra na marcação, fez um belo lançamento para Nenê, que deixou a bola pingar, ajeitou o corpo e bateu firme de canhota, a bola desviou e morreu no fundo do gol, ampliando o placar.


Segundo Tempo

Já aos cinco minutos, Yago Felipe foi lançado na esquerda, o meia dominou, cortou para dentro e soltou uma bomba, que bateu forte no travessão. Aos 21, Caio Paulista dividiu com Maidana, que lançou o cotovelo no pescoço do atacante. O árbitro já correu em direção do zagueiro pegando o cartão vermelho e o expulsou sem titubear. Mesmo com um a menos, o River continuou com alta posse de bola: foram 62% durante o jogo e 14 finalizações, mesmo número que a equipe carioca.

Aos 31, Girotti cruzou dentro da área, Álvarez chutou de primeira, a bola explodiu em Lucas Claro e voltou para o atacante argentino, que cortou o zagueiro Tricolor, deixando-o no chão e chutou, mas mesmo deitado. Lucas conseguiu desviar a bola para escanteio. Aos 39, Álvarez recebeu um belo lançamento e cruzou de primeira para Girotti, que se adiantou da marcação e desviou do goleiro e diminuiu o placar. Aos 46, já nos acréscimos, Abel recebeu na entrada da área e abriu para Yago Felipe, o volante dominou e bateu na saída do goleiro, fez o terceiro e consagrou a importantíssima vitória do Fluzão.


Próximos confrontos

O Fluminense visitará o São Paulo pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no sábado (29), às 21h. Já o River Plate não tem nenhum jogo agendado por conta da paralisação do futebol na argentina, em decorrência do aumento de casos de Covid-19.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »