21/07/2021 às 21h59min - Atualizada em 21/07/2021 às 20h26min

A séries mais indicadas para o Emmy 2021

Conheça os três programas que estão concorrendo a mais premiações este ano

Laiz Vaz - revisado por Jonathan Rosa
A 73ª edição do Emmy vai ao ar no dia 19 de setembro.(Foto: Reprodução/ ES Brasil)

No dia 13 deste mês, a Academia de Artes e Ciências Televisivas dos Estados Unidos anunciou o nome dos programas indicados ao Primetime Emmy Awards. O maior prêmio da indústria televisiva e criadoras de streaming norte-americanas que está em sua 73ª edição, vai ao ar no dia 19 de setembro.

 

Neste ano as plataformas de streaming dominaram a maior parte das indicações ao Emmy, ao todo foram mais de 300 obras indicadas entre todas as categorias. O HBO Max, foi o que mais emplacou programas, chegando a 130 indicações, logo atrás veio a veterana Netflix , com nada menos que 129 obras na disputa. Já o Disney +, mais recente plataforma de streaming, conseguiu 71 indicações, sem contar os canais adjacentes da Disney Company, como Hulu, ABC e o Freeform.
 

A série com o maior número de indicações, é a original Netflix The Crown, que está em sua quarta temporada. A obra que conta a história da família real britânica, desde os primeiros momentos da Rainha Elizabeth II com a Coroa nos anos 50, já recebeu mais de 25 prêmios entre Globos de Ouro, Emmys e afins.  

 

Mesmo contando o “que todos já conhecemos”, busca sempre ser inovadora e dinâmica, onde cada temporada conta uma década na vida da Rainha e de quem a cerca. Para ser mais “real” a cada dois anos há a troca de elenco, sendo assim mais fácil acompanhar a história e as fases de cada personagem.

 

Suas indicações no Emmy 2021, foram de:

 

Melhor série de drama;

Melhor atriz principal em série drama, com Olivia Colman (Rainha Elizabeth II) e Emma Corrin (Princesa Diana);

Melhor ator principal em série de drama, com Josh O’Connor (Príncipe Charles);

Melhor atriz coadjuvante em série de drama, com Gillian Anderson (Primeira-ministra Margaret Thatcher) Helena Bonham Carter (Princesa Margaret) e Emerald Fennell (Camilla Bowles);

Melhor ator coadjuvante em série de drama, com Tobias Menzies (Príncipe Philip);

Melhor atriz convidada em série de drama, com Claire Foy (Rainha Elizabeth II);

Melhor ator convidado em série de drama, com Charles Dance (Lord Mountbatten);

Melhor direção em série de drama, com Benjamin Caron (Episódio Fairytale) e Jessica Hobbs (Episódio War).

Melhor roteiro em série de drama, com Peter Morgan (Episódio War).

 

Na sequência dos mais indicados ao Emmy 2021, vem a produção da Hulu, The Handmaid's Tale (conhecida no Brasil como ‘Conto da Aia’). A série distópica está em sua quarta temporada, e no país está disponível através do GloboPlay).

 

Em um futuro alternativo, Gilead (anteriormente seria os Estados Unidos), é um estado conquistado durante a guerra civil, o local é totalmente religioso e trata as mulheres como sua propriedade. A obra foca em mostrar um mundo devastado por diversos desastres ambientais, e com baixa taxa de fertilidade devido ao alto índice de doenças sexualmente transmissíveis.

 

As poucas mulheres férteis são enormidades de Aia e passam por diversas torturas até chegarem a este papel na sociedade, são separadas de suas famílias e usadas com o único objetivo de procriar e renovar a população devastada. A trama gira em torno de Offred (Elisabeth Moss) e sua fuga para encontrar a filha que lhe foi tirada, e a luta para sobreviver dentro desta sociedade. A série já conquistou 15 Emmys e agora está sendo indicada á:

 

Melhor série de drama;

Melhor atriz em série de drama, com Elisabeth Moss (Offred);

Melhor atriz coadjuvante em série de drama, com Madeline Brewer (Janine / Ofwarren / Ofdaniel), Yvonne Strahovski (Serena Joy Waterford) e Samira Wilwy (Moira / Ruby);

Melhor ator coadjuvante em série de drama, com O-T Fagbenle (Luke Bankole), Max Mighella (Nick Blane) e Bradley Whitford (Joseph Lawrence);

Melhor atriz convidada em série de drama, com Alexis Bledel (Emily / Ofglen / Ofsteven) e McKenna Grace (Mrs. Keyes);

melhor direção em série de drama, com Liz Garbus (Episódio THe Wilderness);
Melhor roteiro em série de drama, com Yahlin Chang (Episódio Home).

A terceira série mais indicada desta edição do Emmy, foi WandaVision. a produção do Disney+ mostra a vida da Wanda (Elizabeth Olsen) após os acontecimentos de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato. A obra marca o início da nova fase da Marvel e sequência para os próximos filmes do UCM.

 

WandaVision mostra a transformação de Wanda em Feiticeira Escarlate, além de comprovar o quanto os poderes da personagem podem ser perigosos, deixando claro como a heroína pode se tornar uma grande grande vilã, mesmo que não intencionalmente. Mas o que realmente cativa o público é a interação de Olsen, com Paul Bettany e Kathryn Hahn (Visão e Aghata respectivsmente), e a evolução narrativa da trama, que passa por varias eras da televisão americana. 

 

Suas indicações foram de:

 

Melhor minissérie;

Melhor ator principal em minissérie com Paul Bettany (Visão);

Melhor atriz principal em minissérie com Elizabeth Olsen (Wanda);

Melhor atriz coadjuvante em minissérie com Kathryn Hahn (Agnes);

Melhor direção em minissérie com Matt Shakman;

Melhor roteiro em minissérie com Jac Schaeffer (Episódio Filmed Before A Live Studio Audience), Laura Donney (Episódio Previously On) e Chuck Haward e Peter Cameron (Episódio All-New Halloween Spooktacular!).

Para acompanhar a lista com todos os indicados basta acessar o site do Emmy. A premiação oficial do Emmy, será no dia 19 de setembro no Microsoft Theater (Los Angeles), e terá Cedric the Entertainer (Uma Turma do Barulho e Be Cool: O Outro Nome do Jogo) como mestre da cerimônia. A 73ª edição será de forma presencial, mas com o público limitado aos indicados e seus convidados e será transmitida simultaneamente, pela primeira vez, pela rede CBS e pela plataforma de streaming Paramount+.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »