15/06/2022 às 04h01min - Atualizada em 27/05/2022 às 14h33min

Com estética gótica e excêntrica, Burton encanta fãs com figurinos fantasiosos

O roteirista e produtor alemão consegue trazer uma pegada única para expressar sentimentos

Maria Luiza Silva - labdicasjornalismo.com
Reprodução / Eleonora Di Maio

Conhecidos pela estética gótica, excêntrica e fantasiosa, os filmes do cineasta Tim Burton marcaram o mundo do cinema e da moda por causa dos figurinos deslumbrantes. O roteirista e produtor alemão consegue trazer uma pegada única, que aliados à maquiagem e direção de fotografia dos filmes conseguem expressar os sentimentos dos personagens. 

Entre os trajes mais importantes da sua carreira está o icônico Chapeleiro Maluco, do filme Alice no País das Maravilhas, vivido pelo ator Johnny Depp. Lançado em 2010, o longa-metragem arrasta uma multidão de fãs apaixonados pelo estilo sombria e também infantil, presente nos personagens. 

A figurinista Colleen Atwood, consegue capturar alguns aspectos da animação, e brinca com as cores para dar um ar alegre e carismático ao personagem dramático e mórbido. O início da parceria entre ela e Burton foi marcada pelo sucesso do filme Edward mão de tesoura (1990).

O figurino foi feito para ser uma armadura, para proteger Edward do mundo exterior. Toda sua estética representa solidão, tristeza e exclusão, destacando o quanto o personagem é diferente das outras pessoas da cidade. Uma das coisas mais chamativas da peça é o fato de ser feito pedaços e remendos. 

A escolha está ligada à ideia de que o protagonista é composto de pedaços, lembrando muito o Frankstein. A vestimenta é uma mistura de Alexander McQueen e Jean Paul Gaultier, com muitas fivelas e couro. Mas sempre remetendo ao punk e ao gótico, junto com o cabelo e maquiagem


As parcerias entre Depp e Burton renderam não somente atuações impecáveis, mas também figurinos brilhantes em diferentes produções. O figurino de Willy Wonka (2005), da segunda versão da Fantástica Fábrica de Chocolate,  traz à tona muito da excentricidade do personagem. O casaco vermelho de veludo, a cartola e os acessórios gigantes, quando somados ao comportamento do Wonka, conseguia assustar até mesmo os adultos. A responsável por isso é a figurinista Gabriella Pescucci.

No entanto, foi no clássico Os Fantasmas Se Divertem, de 1988, que a figurinista Aggie Guerard Rodgers, conseguiu explorar um estilo ainda mais diferente e exagerado. No longa o personagem usa oito figurinos mas o terno listrado se destaca até hoje
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »