08/11/2019 às 12h09min - Atualizada em 08/11/2019 às 12h09min

Dia do Saci ou do Halloween

Núbia Umbelino
PORTAL DAS MISSÕES
 Antes de falarmos o porquê do Halloween não ser comemorado aqui no Brasil, vamos dar uma breve olhada em suas origens: A celebração do Halloween é muito comum em países de língua anglo-saxônica, como os Estados Unidos, Canadá e Reino Unido. Nos países latinos, a comemoração também acontece mas de forma mais tímida. Nas tradições norte-americanas e inglesas do Halloween, acredita-se que, na noite do dia 31 de outubro, as almas saem de seus túmulos e seguem pelas ruas amedrontando todos aqueles que estão por perto. Nessa ocasião, crianças e jovens fantasiam-se de mortos-vivos, monstros, bruxas e outros personagens, para sairem pela vizinhança fazendo a famosa pergunta: doces ou travessuras?

Países de origem hispânica, não têm o costume de comemorar o Halloween, e sim o Dia dos Mortos. Foi a forma que a Igreja Católica encontrou para desviar as atenções dessa comemoração de origem pagã.
Na Espanha assim como no Brasil, comemora-se o Dia de Todos os Santos, em 1º de novembro e o dia de Finados no dia seguinte. As pessoas usam as datas para relembrar os mortos, decorando túmulos e lápides de pessoas que já faleceram.
 
Na tentativa de atribuir sentido à data no Brasil, o Projeto de Lei 2.762 de 2003 quer instituir o dia 31 de outubro como o Dia do Saci e seus amigos. A primeira cidade do Brasil a instituir o Dia do Saci, foi São Luiz do Paraitinga (SP) desde 2002 é realizada uma festa de quase duas semanas para exaltar o personagem. Um ano depois, em 2003, se comemorou o primeiro Dia do Saci. 

Em 2004, no dia 14 de janeiro, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou a criação do Dia do Saci no dia 31 de outubro. O projeto para a criação em todo o território nacional foi aprovado pela Câmara dos Deputados em 25 de agosto de 2004. A data celebrativa foi uma resposta ao Dia das Bruxas e à cultura norte-americana.

Nos últimos anos, o dia 31 de outubro passou a ser a data de um “confronto” entre os defensores da cultura nacional, que comemoram o Dia do Saci e os que preferem continuar comemorando o Halloween. Entre as justificativas para a comemoração, está o incentivo à cultura local de forma estratégica, proposital e simbólica. No folclore brasileiro, o Saci é retratado como um menino travesso, fato que pode ser associado às travessuras de Halloween. Mesmo assim, muitos brasileiros preferem as tradições estrangeiras para celebrar o Dia das Bruxas.

Para comemorar o Dia das Bruxas é comum ter manifestações dessa data em clubes e algumas casas noturnas, porém nada muito significativo.
No entanto, a data é muito celebrada em escolas de inglês, com atividades voltadas à cultura de países que costumam festejar a data. Outra prática comum entre os brasileiros é assistir a filmes de terror. Alguns canais de televisão preparam uma grade de programação especial com esse tipo de filme na semana do Halloween.

A influência de seriados com tramas, que envolvem mortos-vivos, criou em diversas partes do mundo um evento que reúne várias pessoas com fantasias macabras. No Brasil a Marcha dos Zumbis ou Zombie Walk, começou em São Paulo, no ano de 2006 e já acontece em outras capitais brasileiras como Belo Horizonte, Goiânia, Fortaleza e João Pessoa. A explicação para  O Dia Das Bruxas não ser comemorado em nosso pais é que o Halloween é o ano novo Celta ou seja, o inicio do inverno no hemisfério norte e no Brasil, não é a mesma coisa. A agricultura não “morre” nessa época do ano e tendo esse sentido Rural, não há motivos para ser comemorado no Brasil.
 
 

http://www.portaldasmissoes.com.br/noticias/view/id/2802/o-dia-do-saci-e-o-nosso-halloween-entao-e-mais-um-.htmlimg.......0i67j0.XYX_1v2fCIM&ved=0ahUKEwjphdTd5drlAhU4HLkGHfRiAMIQ4dUDCAc&uact=5#imgrc=lA1muZwNwBOvqM:
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »