26/03/2020 às 09h41min - Atualizada em 26/03/2020 às 10h00min

Influenciadores criam campanha para implementar política de Renda Básica

A iniciativa tem o objetivo de combater os efeitos causados pelo novo coronavírus

Renata Rodrigues
Reprodução/ Youtube

Influenciadores brasileiros lançaram uma campanha para implementar uma política de Renda Básica Emergencial no país, neste sábado (21). De acordo com os youtubers Nilce Moretto e Leon Martins, dos canais ‘Coisa de Nerd’ e ‘Cadê a Chave?’ e Rolandinho, do ‘Pipocando’, a iniciativa tem o objetivo de combater os efeitos causados pelo coronavírus.

As campanhas nomeadas de ‘Renda Básica’ e #VamosPararoBrasil, tem a finalidade de conceder de forma imediata R$300 a cada um dos brasileiros identificados pelos instrumentos de política social existentes como os mais pobres do país, durante um período de seis meses. A medida contemplaria 77 milhões de brasileiros que possuem cadastro ativo no CadÚnico e NIS.

Com o objetivo de pressionar o governo a repensar o benefício anunciado pelo Ministro da Economia Paulo Guedes, na última quarta-feira (18) – de conceder um auxílio de R$200 a 38 milhões de trabalhadores informais e autônomos, durante três meses – o projeto limita um teto máximo de R$1.500 mensais por grupo familiar, que seriam suficientes para ajudar a parcela mais pobre da sociedade.

A proposta consiste em fazer com que os profissionais informais e autônomos que não exercem funções essenciais fiquem em casa, conforme recomendação do Ministério da Saúde, para evitar o contágio do covid-19.

 Os beneficiários receberiam diretamente no caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal, através de suas contas vinculadas a outros programas sociais, como Bolsa Família, o que evitaria a formação de filas e isentaria a necessidade de criação de novos cadastros. O propósito é tentar diminuir os impactos econômicos da paralisação as classes mais vulneráveis.
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Nil Moretto (@nilmoretto) em



​O Renda Básica já conta com mais de 1.500 apoiadores dentre eles o ator Bruno Gagliasso, a cantora Maria Rita, e os youtubers Felipe Neto e Júlio Cocielo. Juntos, eles estão promovendo as campanhas em suas redes sócias. Além destas personalidades, mais de 100 instituições como a ONG World Wide Found of Nature (WWF), Rede Nossa São Paulo e Instituto Ethos, abraçam a ação.

Um estudo sobre o impacto da intervenção ou não do coronavírus pelo mundo, publicado no Imperial College London, mostra que a melhor forma de diminuir a contaminação do vírus é adotando medidas extremas de isolamento domiciliar e social. Segundo a pesquisa, a diminuição da livre circulação de pessoas gera a queda do número de mortes.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »