24/06/2020 às 18h45min - Atualizada em 24/06/2020 às 16h04min

Filmes que chamaram atenção por racismo

Confira algumas obras que já foram criticadas por temáticas racistas

Giovanne Ramos - Editado por Bárbara Miranda
Em meio às manifestações contra o racismo e a brutalidade policial, o movimento Black Lives Matter voltou a tomar destaque na mídia ganhando proporções globais. Além de impactar a sociedade, o movimento também balançou as estruturas das indústrias culturais. Um dos principais alvos foi o clássico cinematográfico "E o vento levou" (1939). Apesar da obra ser bastante elogiado pela crítica e tendo vencido 8 Oscar, foi acusada por John Ridley, roteirista de "12 anos de escravidão" (2013) de se basear em estereótipos racistas. O caso repercurtiu e o filme foi retirado do catálogo da HBO MAX e voltará à plataforma com um aviso histórico, como sugerido pela atriz Whoopi Goldberg. A obra de Victor Fleming não foi a única a ser acusada de racismo nos últimos anos, confira uma lista de filmes que também não agradaram:

Era uma Vez em... Hollywood (2019)

















Logo após o lançamento do nono filme de Quentin Tarantino, a representação de Bruce Lee foi criticada por sua filha, Shannon Lee, que afirmou se sentir desconfortável ao ouvir as pessoas rirem de seu pai durante as cenas do filme. Ainda afirmou que Tarantino fez seu pai soar arrogante e exibicionista. Kareem Abdul-Jabber, ex-jogador de basquete e amigo de Bruce, afirma que retrataram o lutador de modo "preguiçoso e racista".

A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell (2017)

Inspirado no mangá Ghost in the Shell de Masamune Shirow, a adaptação estadunidense estrelada pela atriz Scarlett Johansson recebeu acusações dos fãs de prática de whitewashing. Para quem não conhece, o termo é utilizado quando algum ator ou atriz brancos representam no cinema papéis de outras raças e etnias. É o caso da adaptação dirigada por Rupert Sanders. Scarlett, atriz branca, foi escolhida para protagonizar Motoko Kusanagi, personagem japonesa.

Deuses do Egito (2016)

Como o título pressupõe, o filme é ambientalizado no Antigo Egito mas causou polêmica por trazer muitos personagens brancos em seu elenco, o que contraria a realidade do país africano. Mesmo com a participação de Chadwick Boseman (nosso Pantera Negra), o filme não escapou das críticas de internautas, acusando Hollywood de embranquecimento e ter construído o único personagem de pele escura com alguns traços estereotipados.

Disney

Conhecida por suas animações, a Disney possui em seus catálogos filmes que podem ser encontrados elementos que remetam ao racismo e estereótipos étcnicos. Mas tudo isso tomou proporções maiores com lançamento da plataforma Disney+, onde filmes como "Dumbo" (1941) e "Mogli, o menino lobo" (1967) e os curtas mais antigos são exibidos seguidos de aviso por "representação cultural datada". No entanto, o filme mais controverso da companhia, "A Canção do Sul" (1946), onde o racismo é romantizado, não estará disponível no catálogo do serviço.

REFERÊNCIAS

MORAIS, Nathalia de. Era Uma Vez em Hollywood: entenda as controvérsias envolvendo o filme. Delirium Nerd, 22 de agosto de 2019. Disponível em: <
https://deliriumnerd.com/2019/08/22/era-uma-vez-em-hollywood-entenda-as-controversias-envolvendo-o-filme/>. Acesso em: 24 de junho de 2020.

FIAUX, Gus. Ghost in the Shell - Executivo diz que bilheteria ruim do filme está ligado à polêmica!. Legião dos Heróis, 2017. Disponível em: <https://www.legiaodosherois.com.br/2017/ghost-shell-executivo-diz-que-bilheteria-ruim-filme-esta-ligado-polemica.html>. Acesso em: 24 de junho de 2020.

VIANNA, Wilson. Ator de Deuses do Egito detona filme e o racismo de Hollywood. Pipoca Moderna, 09 de dezembro de 2015. Disponível em: <https://pipocamoderna.com.br/2015/12/ator-de-deuses-do-egito-detona-filme-e-o-racismo-de-hollywood/>. Acesso em: 24 de junho de 2020.

GAGLIONI, Cesar. A retirada de "E o vento levou" do streaming. E o racismo nas artes. Nexo, 10 de junho de 2020. Disponível em: <https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/06/10/A-retirada-de-%E2%80%98E-o-vento-levou%E2%80%99-do-streaming.-E-o-racismo-nas-artes>. Acesso em: 24 de junho de 2020.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »