30/04/2021 às 00h00min - Atualizada em 30/04/2021 às 00h01min

Governo norte-americano anuncia retirada das tropas militares do território do Afeganistão

A guerra mais longa da história norte-americana ganha um novo capitulo após essa decisão, que já vinha sendo estudada desde o governo de Donald Trump

Gabriela Pereira - Editado por Júlio Sousa
REPRODUÇÃO: TONY KARUMBA/AFP
 

Após 20 anos de guerra, o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou a retirada das tropas militares americanas do território do Afeganistão. De acordo com o governo norte-americano, isso deve acontecer até setembro deste ano. 

 

Esta é uma decisão que vem sendo analisada desde o governo de Donald Trump. O ex-presidente havia feito um acordo com o grupo fundamentalista islâmico Talibã que previa a saída dos americanos do país em maio.

 

COMO TUDO COMEÇOU

 

Os Estados Unidos arrastam essa guerra desde os ataques terroristas de 2001. O então presidente George W.Bush iniciou a chamada “Guerra ao terror” para combater atos terroristas como os de 11 de setembro. 

 

"Eu sou agora o quarto presidente dos Estados Unidos a presidir a presença de tropas americanas no Afeganistão. Já foram dois republicanos, dois democratas. Não vou passar essa responsabilidade para um quinto”, afirma Biden em um pronunciamento oficial.

 

O presidente afirma ainda que conversou com o ex-presidente Bush e que ambos têm muito respeito pela história do país “Apesar de termos muitas divergências ao longo dos anos, estamos absolutamente unidos em nosso respeito à bravura, coragem e integridade das mulheres e homens das forças armadas dos Estados Unidos que serviram”. 

 

RISCOS

 

Existe uma grande tensão ao se tratar desse assunto, já que os riscos são altos para os EUA. Não se sabe se o Talibã irá cumprir com o acordo em sua totalidade. Em março, o grupo realizou ataques às bases americanas no território do Afeganistão. 

 

Apesar da saída militar norte-americana, as chances de acordos de paz ainda são baixas. O governo afirmou que continuará atento a possíveis ataques extremistas. "Vamos reorganizar nossa capacidade de contraterrorismo para evitar o ressurgimento da ameaça terrorista. Vamos responsabilizar o Talibã por seu compromisso de não permitir que nenhum terrorista ameace os Estados Unidos ou seus aliados em solo afegão. O governo afegão também assumiu esse compromisso.", afirma Joe Biden. 

 

Em post no twitter, o Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, afirmou: “A República Islâmica do Afeganistão respeita a decisão dos EUA e trabalharemos com nossos parceiros americanos para garantir uma transição tranquila."














 

REFERÊNCIAS

 

L.RAFAELA. BIDEN ANUNCIA RETIRADA DE TROPAS AMERICANAS DO AFEGANISTÃO ATÉ 11 DE SETEMBRO.CNN. 14 DE ABRIL DE 2021. DISPONÍVEL EM < https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/2021/04/14/biden-anuncia-retirada-de-tropas-americanas-do-afeganistao-ate-11-de-setembro


RELEMBRE OS QUASE 20 ANOS DE INTERVENÇÃO MILITAR NO AFEGANISTÃO. CARTA CAPITAL.1 DE MAIO DE 2021. DISPONÍVEL EM

 





 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »