28/06/2021 às 16h45min - Atualizada em 25/06/2021 às 18h23min

Quem disse que evangélico precisa ser brega?

Crente não precisa usar ‘saião’ e terno o tempo todo, conheça o estilo WORSHIP que tem revolucionado o meio gospel.

Melissa Pinheiro - Editado por Yuri Anderson
Foto: Reprodução / Instagram / Casa Worship
Primeiramente, você já ouviu por aí alguém usando a palavra worship? Muitas vezes escutamos sem nem saber o que significa. Por isso, vou te explicar! Traduzido para o português como adorar ou adoração, o termo passou a ser empregado nos últimos anos para designar um estilo musical e um estilo de culto em igrejas evangélicas.
 
Mas o que isso tem em comum com a moda? Bom, tudo! O estilo worship vai além da música. É uma forma de ter a "liberdade" de seguir a Jesus sem precisar se converter a um estilo de vida totalmente distinto ao qual já se está acostumado. Assim, você não precisa mudar radicalmente o seu jeito de se vestir, ou usar roupas que não combinam com o seu estilo. Portanto, é possível quebrar os padrões tradicionais e expressar a sua personalidade e estilo mesmo sendo crente – claro, respeitando os limites e sem cometer heresias.
 
CONCEITO

Na música, a versão moderna do estilo (worship) é diferente da clássica, ela possui fortes influências do folk, soul, rock e pop. Muitas das músicas têm aquela levada mais melancólica, carregada de harmônicos. O ambiente geralmente possui um grande arranjo de luzes atraentes, tornando-o agradável para oração e intercessão.


 
Nos cultos, o worship trata da ornamentação e artifícios que compõem o templo. Geralmente, as igrejas possuem o ambiente escuro – o que recentemente fez popularizar a utilização do termo ‘igreja da parede preta’ como forma de identificá-las – decorações joviais e rústicas, que são feitas de forma intencional como um apelo para chamar a atenção do público jovem.
 
Logo, um grande exemplo de igreja worship é a Bola de Neve Church, que nasceu após uma experiência pessoal com Deus vivida por um surfista chamado Rinaldo Luís de Seixas Pereira, conhecido como apóstolo Rina. A igreja busca manter sua imagem associada à prática de esportes radicais, tais como surf e skate, portanto, muitos de seus templos localizados em todas as regiões do Brasil possuem uma decoração baseada nestes esportes. Tanto que, o púlpito para apoiar a bíblia é uma prancha de surf do modelo longboard. Confira: 


 

MODA WORSHIP 

Agora que você entendeu o real conceito de worship, vamos voltar para o que nos interessa: o mundo da moda. A influência no modo de se vestir parte do estilo dos cantores que geralmente possuem a aparência jovem, penteados mais modernos, se possível tatuagens aqui e outras ali. E claro, os looks que sempre são despojados. 

 
 


Portanto, pela grande maioria do público ser jovial, as roupas não são nada formais. Os looks possuem uma pegada streetwear e sempre contam com peças jeans, camisetas, tênis, botas, e acessórios como bonés e chapéus. 

Recentemente, no aplicativo TIKTOK viralizou uma espécie de desafio que consiste em adotar o estilo worship, acompanhe o vídeo: 
@giovannaboaven

Já falei é vou falar dnv, cristão melhora tudooo ib: @guiilhermesullivan_ ##fycristã ##garotacristatiktoker ##worship ##cristaosnotiktok ##crente

Trend_Virar Worshipero - Guilherme Nascimento


O estilo worship a cada dia ganha maior popularidade e fura a bolha que define o evangélico como brega ou como quem não sabe se vestir. Há aqueles que dizem que Deus não aceita o estilo, ou que seja falta de respeito com a soberania. Porém, não há texto bíblico que comprove se é certo ou errado.

Sendo assim, se você achava que crente só usava 'saião' e terno o tempo todo, está enganado. Cada pessoa possui gostos pessoais diferentes e deve se vestir da maneira que se sentir bem. O que não podemos esquecer é do principal: os verdadeiros adoradores adoram a Deus em espírito e em verdade. Portanto, no fim, o que realmente importa é o interior.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »