29/10/2021 às 10h16min - Atualizada em 29/10/2021 às 09h04min

Crônica: o meu hábito de ouvir podcast

Dia 21 de outubro foi comemorado o Dia Nacional do Podcast, esse que faz parte da rotina de muitas pessoas

Renata Brito - Editado por Larissa Bispo
Foto: Pixabay

 

Todos os dias, faço o mesmo trajeto para a faculdade. Entro no ônibus às 7 da manhã. Abro minha bolsa e pego meus fones de ouvido, e assim consigo me conectar às notícias da manhã. Apenas abrindo o meu Spotify, consigo ter acesso ao boletim diário, que é um dos meus favoritos.Gosto de saber de tudo o que está acontecendo. 

 

Me chamo Thomas Fernandes, sou estudante finalista de economia. Além dos estudos, trabalho quase o dia inteiro, então é muito difícil assistir televisão ou acompanhar programas ao vivo, assistir lives no Youtube e etc. Mas algumas plataformas como o Spotify, Google Podcast e SoundCloud me permitem ouvir sobre todos os temas que eu gosto, na hora que eu quiser.

 

Quando estou lavando a louça do jantar, é possível ouvir podcasts temáticos como Papo de Política. Toda quinta-feira, as jornalistas da Globo se reúnem trazendo uma conversa sobre os destaques da semana envolvendo política – obviamente – e os acontecimentos voltados para economia. Os áudios são de quase 40 minutos, mas acho que pessoas conversando sobre temas que você se interessa fazem com que os minutos sejam muito bem aproveitados e você não sente o tempo passar.

 

Hoje em dia é muito comum que os programas gravados já tenham sido exibidos ao vivo no Youtube, que é o caso desse. Mas como eu amava escutar a rádio com o meu avô na infância, não consegui mudar esse costume completamente, a diferença é que não tenho tempo suficiente para ouvir nada ao vivo, e o universo dos podcasts me proporcionou poder deixar para depois, o que eu acho ótimo.

 

Me considero um seguidor fiel de cada episódio publicado. Assim como eu, minha irmã também adora. Porém, os podcasts que ela ouve são relacionados a cultura, principalmente no que se trata de cinema. Já que ela é apaixonada por filmes e séries. Mas vou deixar que ela fale melhor sobre isso.

 

Por que eu gosto tanto de ouvir podcasts?

 

Desde muito pequena, sempre gostei de assistir filmes, comecei vendo muitas animações, até começar de fato a explorar de tudo um pouco do universo cinematográfico. Hoje, posso dizer que ainda amo animações, mas também gosto de filmes de romance, de super herói, de terror e etc. Mas, além disso, gosto de comentar sobre e saber tudo o que as  outras pessoas também estão comentando.

 

Meu nome é Thayssa, tenho 20 anos e sou apaixonada por cinema. Na minha família, sempre vi meu irmão e meu avô escutando rádio, na maioria das vezes ouvindo notícias sobre política, crimes, educação, economia e essas coisas. Reconheço, como estudante de letras, que esses temas são importantes e essenciais no nosso dia a dia.

 

Contudo, o entretenimento também é algo que deve ser muito levado em conta. Comecei a escutar podcasts por isso. Tudo começou em 2019, quando passei a me interessar em não só ler comentários, ou assistir vídeos no Youtube de críticas sobre os filmes e livros que eu gosto, mas também de escutar mais de uma pessoa falando sobre isso. E o fato de poder pausar, ouvir mais de uma vez, foi o que mais me fascinou nesse formato de mídia. 

 

O RapaduraCast é um clássico, que é o meu favorito. Eles falam semanalmente sobre todos os filmes e séries que estão passando atualmente. Apesar de serem episódios longos – por se tratar de conversas falando de cinema – são sensacionais. Quando vou malhar, é o momento em que mais tenho tempo para ouvir o episódio do podcast.

 

É incrível que mesmo com a rotina diária, de trabalho, estudos, existe uma forma de acompanhar as coisas que você adora, apenas abrindo a sua plataforma favorita. E que existam pessoas que falem com tanto domínio sobre determinados assuntos. Confesso que me tornei uma ouvinte tão assídua, que tenho vontade até de criar o meu próprio podcast, ou pelo menos algum dia na minha vida consegui participar de um. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »