02/11/2019 às 22h25min - Atualizada em 02/11/2019 às 22h25min

Rivais evocam o Brasileirão de 2009 contra o Flamengo de 2019

Time carioca conseguiu a liderança na penúltima rodada; Goiás foi a pedra no sapato do mengão, São Paulo e Palmeiras

Paulo Octávio - Editado por Amanda Cruz
Ronaldo Angelim confirma reação histórica do Flamengo em 2009. Foto: Reuters
Para 'secar' o Flamengo, torcedores dos rivais citam o Brasileirão de 2009, que traz uma doce lembrança ao torcedor rubro-negro. Naquela temporada, Cruzeiro, Internacional, Palmeiras, São Paulo e Atlético MG chegaram à liderança. E na última rodada quatro clubes disputaram o título: o mengão, colorado, tricolor e verdão; a diferença do quarto para o primeiro na rodada derradeira era de três pontos. Foi a última vez que o clube carioca conquistou o campeonato brasileiro.

Para lembrar como o torneio foi maluco, ao final do primeiro turno o Palmeiras era líder com 37 pontos, dois de vantagem sobre o vice, Goiás -- que terminou em nono. No fim da 'primeira fase', o Corinthians, com 28, sonhava com título, mas o Flamengo, que naquela 19ª rodada era o 10º  (e tinha 27) foi o campeão. Nos 19 jogos finais, o alviverde conquistou 25 pontos, e o mengão, 40.

Palmeiras

O ano traz amargas recordações ao palmeirense. O clube alviverde, que sofreu com eliminações para Santos (Paulista) e Nacional do Uruguai (Libertadores), conseguiu reagir no Brasileirão e foi o time que ficou na liderança por 19 rodadas. Muricy Ramalho chegou na 14ª rodada (na vitoria de 3 a 0 no Corinthians) e não conseguiu repetir no alviverde o que fez no São Paulo nas temporadas anteriores. O fator primordial do fracasso foi a perda de jogadores por lesão. “Quando perdemos o Maurício, o Pierre e o Cleiton Xavier, perdemos o campeonato. Ficamos sem a espinha dorsal”, disse Muricy à Rádio Bandeirantes em 2015. O clube também pagou uma série de micos:

Levou gol olímpico do Petkovic e viu Vagner Love perder pênalti no mesmo jogo. Teve uma expulsão atípica de Marcos no clássico com Corinthians. Empate com Sport no jogo em que time pernambucano foi rebaixado. Empate com Avaí no Palestra. A troca de socos entre Obina e Mauricio. Derrotas contra Náutico e Santo André. E o erro de arbitragem que custou à liderança.

Na 34ª rodada, no jogo com Fluminense, Carlos Eugênio Simon anulou um gol legítimo de Obina quando jogo estava 0 a 0. Depois Fred marcou aos 15 do segundo tempo -- resultado que ajudou os cariocas na luta contra degola. Nove anos depois, o árbitro assumiu a falha em programa da Fox: “Errei ao invalidar gol do Palmeiras contra o Fluminense em 2009. Foi cobrado o escanteio, o zagueiro afastou, deu rebote e o Obina fez. Apitei antes. Hoje, assumo que errei”, completou. 

Com o tropeço, o clube perdeu o primeiro lugar para o tricolor paulista. Porém conseguiu reagir. Na penúltima rodada, venceu o Atlético mineiro com gol antológico de Diego Souza e teve chance de ganhar o título em caso de tropeços de Flamengo, Inter e São Paulo. Mas na última foi o único postulante a taça que não fez sua parte. Perdeu para o Botafogo e com vitória do Cruzeiro -- sobre o Santos --  ficou de fora até da Libertadores.


Gol do meio campo foi último momento de brilho do Palmeiras em 2009. Foto: Globo Esporte

São Paulo

O tricolor terminou o primeiro turno no G4 quatro pontos atrás do líder e se fortaleceu na falha do Palmeiras. Time assumiu a ponta na 34ª rodada com empate em cima do Grêmio e derrota palmeirense para o Fluminense. Teve chance de conquistar o título na penúltima rodada. Mas missão era difícil: tinha que vencer o Goiás e torcer por derrotas de Palmeiras, Internacional e Flamengo. Só o São Paulo não fez sua parte: perdeu de virada e caiu para quarta posição. Restou a vaga na Libertadores que foi conquistada com goleada em cima do Sport.

Flamengo

Após um primeiro turno ruim, o mengão conseguiu uma arrancada histórica. Mas que teve seus percalços no caminho. Na 36ª rodada a vitória sobre o Goiás levaria o clube ao primeiro lugar, mas o esmeraldino aprontou e empatou no Maracanã. Nada que atrapalhasse o caminho do clube carioca. Na rodada seguinte, simultâneo ao vexame tricolor contra o mesmo verdão, e com a vitoria frente o Corinthians (sem Adriano), em Campinas, o clube enfim chegou à liderança. Jogo teve duas situações inusitadas: Ronaldo saiu contundido aos 25 do primeiro tempo, e um torcedor invadiu o campo após marcação do pênalti para agredir o bandeira, que reagiu. Triunfo diante o Grêmio consagrou também Andrade como o primeiro técnico negro campeão brasileiro.

Internacional

Com campanha estável, o colorado se fortaleceu no vacilo dos paulistas. Após ter sido líder na nona rodada, na penúltima, bateu o Sport de virada e alcançou a vice liderança. Porém para ficar com o titulo dependia do seu maior rival. O Grêmio tinha que bater o Flamengo no Maracanã, e o clube do Beira-Rio vencer o Santo André. Por uma hora deu certo, o tricolor abriu o placar no Rio e o Inter não teve dificuldades contra o time do ABC. Mas ao 24 do segundo tempo Ronaldo Angelim fez o gol do triunfo do rubro-negro e do lamento gaúcho. O momento em que um torcedor avisou o gol do mengão, que estragou a festa, foi registrado pela equipe do Profissão Repórter; o desânimo viralizou nas redes sociais.



Canal: guinsk8

Marcha da liderança

Nas 14 primeiras rodadas, Cruzeiro, Internacional e Atlético MG se alternaram no primeiro lugar. Palmeiras foi líder da 15ª ate a 33ª rodada. Entre a 34ª e 36ª o São Paulo ficou na ponta e poderia ter sido campeão na 37ª. Mas perdeu para o Goiás. Com esse resultado e a vitoria contra o Corinthians, o mengão assumiu a primeiro posição na penúltima rodada e arrancou para o título.

Goiás: a pedra no sapato

Após ter bagunçado o brasileirão de 2009, o esmeraldino complicou a vida do Corinthians em 2010. Na última rodada com time titular poupado para a final da Sul-Americana, os reservas empataram com o alvinegro, que lutava pelo título nacional contra Cruzeiro e Fluminense. O empate  fez com que a equipe paulista caísse para a terceira posição e disputasse a pré Libertadores contra o Tolima.

Este ano, o Goiás empatou com o Flamengo e diminuiu a diferença para o vice líder de dez para oito pontos. O verdão goiano vai encarar o verdão paulista na penúltima rodada em São Paulo.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »