10/04/2019 às 10h25min - Atualizada em 10/04/2019 às 10h25min

A rara Síndrome de Savant

Pessoas que sofrem com essa síndrome apresentam sinais de genialidade ao extremo, entretanto, possuem algum tipo de deficiência intelectual, o que faz com que não sejam gênios em tudo.

- Thalia Oliveira
Créditos: Morguefile (Banco de imagens free)
A Síndrome de Savant ou Savantismo é um distúrbio psíquico raro, que faz com que uma pessoa portadora apresente sinais de inteligência fora do comum, em alguma área do conhecimento humano. Essa síndrome, pouco conhecida, não tem cura, mas pode ser tratado normalmente, e já foi citada na literatura científica, a partir do século 18, que na época foi retratado pelo psiquiatra Benjamim Rush, que explanou sobre o caso de Thomas Fuller e sua incrível capacidade de lidar com números. Ou seja, algumas pessoas desenvolvem habilidades de cálculo, outras com música, memória, e por aí vai.

No entanto, o savantismo é atrelado a alguma deficiência intelectual, como o autismo. A psicóloga especializada em autismo, Mayra Gaiato em seu canal no youtube, explica que o cérebro dessas pessoas, gastam muita energia em uma determinada área, e assim, ele acaba por tirar energia de outras áreas, e complementa “não tem como você ser bom em todas as áreas, você perde em algum outro lugar” concluiu.

Quem assistiu a primeira ou a segunda temporada da série The Good Doctor, se familiariza mais com o assunto, haja vista que o personagem principal possui autismo e a síndrome de savant, e ao longo da trama, os sinais de ambas condições são retratas com maior frequência e na busca por retratar com mais fidelidade o que acontece na realidade.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »