04/04/2020 às 17h22min - Atualizada em 04/04/2020 às 17h22min

Em meio a incertezas, confederações europeias estudam como encerrar a temporada 2019/2020

Devido ao pico da pandemia de Coronavírus, não haverá jogos pelas principais ligas do continente até 30 de abril

Carlos Augusto dos Santos - Editado por Paulo Octávio
Foto - Reuters
A bola não rola há mais de um mês no velho continente. Desde o começo da pandemia do Covid 19 na Europa, as federações nacionais suspenderam as competições por tempo indeterminado. As confederações agora quebram a cabeça para encontrarem soluções plausível para o fim da temporada. Saiba o que as principais ligas podem fazer para encerrar o ano. 


CAMPEONATO INGLÊS
Os acionista da Premier League informaram que vão manter a paralisação do campeonato nacional e das copas por tempo indeterminado. A decisão foi tomada na última sexta-feira (03) em 
uma videoconferência com os representantes dos vintes clubes da primeira divisão inglesa.
Foi reconhecido que a Premier League não será retomada no início de maio - e que a temporada 2019/20 retornará apenas quando for seguro e apropriado fazê-lo. A data de reinício está sob constante revisão com todas as partes interessadas. A Premier League está trabalhando em estreita colaboração com todo o futebol profissional deste país, bem como com o governo, órgãos públicos e outras partes interessadas relevantes para garantir que o jogo alcance uma solução colaborativa. No entanto, qualquer retorno ao jogo somente será com o apoio total do Governo e quando a orientação médica permitir”, informa o comunicado oficial da organização

Na mesma reunião, os clubes decidiram propor uma redução salarial de 30%. Medida foi tomada após os atletas serem criticados por políticos do Reino Unido. A Liga confirmou a tentativa de acordo coletivo através de outros comunicados. 

Diante de perdas substanciais e contínuas para a temporada 2019/20 desde o início da suspensão dos jogos, e para proteger o emprego durante todo o jogo profissional, os clubes da Premier League concordaram em unanimemente em consultar seus jogadores sobre uma combinação de reduções e adiamentos condicionais no valor de 30 por cento da remuneração anual total. Esta orientação será mantida sob constante revisão conforme as circunstâncias mudam”, diz a nota.
 

CAMPEONATO ITALIANO
Com mais de 14 mil óbitos, a Itália é o pais mais afetado da Europa pela pandemia do Covid-19. A Federação Italiana de Futebol estuda algumas possibilidades para o retorno dos jogos e posteriormente a conclusão da temporada. Na ultima quarta feira (1), Gabriele Gravina, presidente da entidade, apresentou duas opções.

A primeira seria o retorno das partidas a partir de 20 de maio. Já a segunda possibilidade seria o reinicio apenas em junho. “Hoje ninguém pode fazer previsões até que tenhamos essa emergência de saúde. É uma emergência única, que afetou todos os setores. Mas assim que for superada, devemos avançar e o futebol está pensando em como retomar a competição. A prioridade absoluta é terminar o campeonato”.

O Presidente do Brescia, Massimo Cellino, afirmou que se o Calcio voltar nessas condições o seu time não entrará em campo e declarará ausência. "Se eles nos forçarem a fazê-lo, estou preparado para não escalar a equipe e perder os jogos por 3 a 0 por não comparecimento, em respeito aos cidadãos de Brescia e suas famílias que já foram embora", acrescentou o presidente do clube da Lombardia, região Norte da Itália, que é o foco principal da epidemia.

 
 
CAMPEONATO ESPANHOL

Federação Espanhola suspendeu todas as competições no país até o final de Abril. Os organizadores de La Liga junto com representantes dos clubes afiliados estão em constantes reuniões por videoconferência para definir o que será feito com o restante da temporada. Segundo o jornal Marca de Madrid, se não for possível o retorno até o final de semana de 27 de junho, a opção mais provável é que a temporada seja cancelada e não haverá campeão e nem clubes rebaixados.

Alguns clubes como Barcelona e Atlético de Madrid reduziram os salários dos jogadores em 70%, de forma temporária, para lidar com o impacto financeiro da pandemia e evitar demissões de outros funcionários do clube. A Espanha também é um epicentro do Covid19. Até o fechamento desse edição, a pandemia
 mais de 10 mil mortes no país.
 
CAMPEONATO ALEMÃO
A Bundesliga, que contém 36 equipes entre primeira e segunda divisão da Alemanha, alongou a paralisação do campeonato até 30 de abril. A medida foi anunciada por Christian Seifert, presidente da Federação Alemã de Futebol, que ainda ressaltou que terminar a temporada é essencial para o futebol profissional. Jogar, mesmo com portões fechados, garantiria pelo menos receber os direitos televisivos, dinheiro que é vital para renda dos clubes.
.
“O objetivo da DFL é terminar a temporada antes de 30 de junho. Pelo menos até o fim da temporada, não é realista pensar que vamos voltar a jogar com estádios cheios. O que não quer dizer que seja irreal pensar em reiniciar com estádios cheios em agosto”, 
admitiu Seifert.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »